Sexo Sem Dúvida

Apneia do sono pode causar Impotência Sexual

A apneia do sono é um distúrbio que atinge grande parte da população geral, e se caracteriza por diversas paradas respiratórias, de pelo menos dez segundos, durante o sono.

A maioria das pessoas com apneia sofre sintomas como desânimo, alterações na atenção/memória e sonolência excessiva durante o dia.

O ronco forte e irregular é um dos sinais mais comuns desta doença.

Leia também:

Quando acontece a interrupção da respiração durante o sono, gera-se um micro despertar; ou seja, a pessoa passa de um estágio de sono mais profundo para um mais leve e menos revigorante – é como se apenas cochilasse.

A combinação destes fatores causa muitos efeitos negativos para a saúde e qualidade de vida, aumentando o risco de desenvolver doenças cardiovasculares (infarto, AVC-derrame, pressão alta, arritmias, etc) e outros males;

A impotência sexual é um problema importante que também pode acontecer, em cerca de 20% dos indivíduos.

PUBLICIDADE

O que você gostaria de aprender?

Selecione a opção abaixo e receba a nossa orientação por e-mail

Devido ao fato de a ereção ser um fenômeno ligado à circulação de sangue nos vasos, ela tende a ficar prejudicada no indivíduo com apneia do sono, pelo fato de este sofrer uma diminuição das taxas de oxigênio no sangue, prejudicando a circulação.

Outro fator está na relação de a fragmentação do sono dificultar atingir os estágios de sono mais profundos, necessários para a produção de testosterona, hormônio do crescimento e óxido nítrico.

A testosterona é um hormônio diretamente ligado a libido e vitalidade do homem, e sua queda faz diminuir o desejo sexual.

O óxido nítrico é uma substância responsável pela ereção e o hormônio do crescimento, quando em níveis diminuídos, torna o homem mais cansado e vulnerável a doenças, podendo interferir na vida sexual.

Além disso, o homem apneico é um indivíduo sempre cansado, então a falta de disposição dele faz com que tenha uma vida sexual menos ativa.

Então, como combater este mal que pode trazer tantas consequências ruins para a saúde e qualidade de vida?

Existem vários tratamentos, como cirurgia, uso de aparelho intra oral e CPAP, que podem resolver este problema.

Em muitos casos o CPAP, aparelho que projeta ar na via aérea facilitando a respiração durante o sono, mostra-se muito eficaz na resolução dos sintomas da doença, pois o indivíduo passa a dormir bem, tendo um sono profundo e reparador, e consequentemente resolve o problema da disfunção erétil ligado à apneia do sono, além de promover a volta a uma vida normal.

Referências:

  1. BRASILEIRO, H. Síndrome da Apneia e Hipopneia Obstrutiva do Sono – SAHOS. Revista da Faculdade de Ciências Médicas de Sorocaba, v. 11, n. 1, 2009.
  2. BULCAO, C. B. et al. Aspectos fisiológicos, cognitivos e psicossociais da senescência sexual. Ciência cognitiva [online], vol. 1, 2004.
  3. CARVALHO, V. M. A; LOPES, M. I. M. V. Síndrome da Apneia/Hipopneia obstrutiva do sono. Faculdade de Ciências da Saúde, Dissertação de Mestrado, 2008.
  4. Budweiser S, et al. (2009). Sleep apnea is an independent correlate of erectile and sexual dysfunction. DOI:
    10.1111/j.1743-6109.2009.01372.x
  5. Can treatment for obstructive sleep apnea improve a man’s ability to have erections? (n.d).
    issm.info/sexual-health-qa/can-treatment-for-obstructive-sleep-apnea-improve-a-mans-ability-to-have-er/
  6. Kalejaiye O, et. al. (2017). Sleep disorders in patients with erectile dysfunction. DOI:
    10.1111/bju.13961
  7. Mayo Clinic Staff. (2017). Obstructive sleep apnea.
    mayoclinic.org/diseases-conditions/obstructive-sleep-apnea/home/ovc-20205684
  8. The physiology of sleep – The endocrine system and sleep. (n.d.).
    sleepdisorders.sleepfoundation.org/chapter-1-normal-sleep/the-physiology-of-sleep-the-endocrine-system-sleep/
  9. Santos T, et al. (2012). Erectile dysfunction in obstructive sleep apnea syndrome — Prevalence and determinants.
    ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/22325836
  10. Taken K, et al. (2016). Erectile dysfunction is a marker for obstructive sleep apnea. DOI:
    10.3109/13685538.2015.1131259
  11. Wittert G. (2014). The relationship between sleep disorders and testosterone in men.
    ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC3955336/
Sair da versão mobile