Sexo Sem Dúvida

Entrevista com Psicólogo Terapeuta Sexual Marlon Mattedi (Parte 2)

Continuando a entrevista do Psicólogo Terapeuta Sexual Marlon Mattedi sobre Sexualidade de Casal. (Ver Parte 1)

6) Há ainda muitas mulheres que não se sentem bem quando o assunto é sexo. A repressão sexual da mulher ainda prejudica os relacionamentos?

A repressão prejudica o sexo, os relacionamentos amorosos, o trabalho e inúmeras outras áreas.

Países onde a mulher é considerada como um Segundo Sexo, onde se ganha proporcionalmente menos ao mesmo trabalho executado que os homens, onde ainda não ocupam os mesmos espaços de decisão nas Organizações, por exemplo no Brasil, verificaremos a luta pelo poder.

Isto fundamenta o distanciamento entre dois gêneros, masculino e feminino, afastando ambos progressivamente.

Somado ao fato de que desde menina, a mulher é incentivada a reprimir mais que o menino seus desejos em qualquer âmbito da vida, inclusive a sexual, fica esta distante do próprio entendimento do corpo.

Quem estiver lendo estas linhas, pergunte às suas amigas como anda a Satisfação Sexual… Dependendo da amostra, terão a noção do que aponto…

7) E a liberdade exagerada, ela está minando a confiança masculina diante das mulheres?

Homens estão com medo da liberação feminina ao mesmo tempo que mulheres não estão sabendo como lidar com o que elas mesmo vieram conquistando.

Sem generalizar porque há exceções, mas isto se percebe no social.

Talvez encontraremos um momento de equilíbrio, pois as duas pontas não são saudáveis.

Relações heterossexuais onde mulheres começam a demonstrar poder são freqüentes, e este fato expressasse na cama quando homens tem procurado a clínica com Disfunção Erétil (Impotência), ou Ejaculação Rápida (Precoce) por exemplo.

Sabendo que desempenho sexual é a união das questões físicas e emocionais, sexo está diretamente ligado as emoções.

Quando homens sentem-se impotentes ou ansiosos durante o dia, levam isto para as quatro paredes.

São avaliações pelo sexo de mudanças do mundo.

8) Entre quatro paredes, realmente tudo deve valer, como diz o ditado?

Tudo deve valer desde que os envolvidos partilhem dos mesmos desejos, e que isto não agrida a um ou a outro na sua saúde física ou emocional.

Sexo é para o prazer, para o desfrute, e vivenciar algo ao qual não estamos de acordo impede que o momento seja de relaxamento.

Tensão sexual libera adrenalina, que está na base de muitas disfunções sexuais.

Viver algo de forma ansiosa, ou que nos cause medo, ou angústia por exemplo é dar margem para problemas seqüenciais, inclusive no próprio sexo, mas fora dele também.

9) O que leva à falta de desejo sexual?

De todas aos problemas no sexo, atualmente a Diminuição do Desejo é uma das disfunções que mais aparecem para tratamento, sobretudo entre mulheres.

Inúmeros fatores levam a diminuição do desejo pelo ato sexual, mas stress diário, o descuido com a saúde física e/ou emocional, excesso de rotina e sobrecarga de trabalho são contribuintes importantes para a perda do desejo.

Nas questões físicas, diabete, anemia, alterações hormonais, uso de drogas, também somam-se para a queixa.

Mas em geral o que derruba o desejo é a rotina, a monotonia, associada a genitalização do sexo.

Limita-se o sexo ao contato genital e isto, depois de um tempo, começa a ser um dos complicadores, nem um pouco afrodisíaco.

Frases como: “Eu já sei onde vai terminar, como vamos acabar..”, “É sempre do mesmo jeito…”, “Ele alcança orgasmo e eu não…”, são comuns em ambiente clínico.

O corpo possui bilhões de receptores ao tato, ao calor, a pressão, ao movimento, e por limitarmos o sexo a poucos centímetros deixamos de fazer dele um momento de infinita sensibilidade.

10) Qual a melhor forma de um casal resolver problemas ou pendências no âmbito sexual?

Problemas no sexo tem solução. A primeira forma ainda é o diálogo direto. Este princípio elimina naturalmente alguns problemas.

Quando isto não ocorre a forma mais indicada é Terapia em Sexualidade.

Hoje o mundo possui especialistas para problemas com a sexualidade, e buscar ajuda, se não estamos resolvendo sozinhos é o melhor caminho.

Não é por acaso que entre pesquisas de Saúde e Qualidade de Vida realizadas pela OMS (Organização Mundial da Saúde) em todo o planeta, se pergunta sobre sexo.

Conheça o livro do Dr. Marlon Mattedi, Como Provocar Orgasmos Femininos.

Entrevista concedida a jornalista Kelly Erdmann, atualmente sócia da Entrelinhas Assessoria em Comunicação.

Sair da versão mobile