A disfunção erétil pode ter causa psicológica ou física. Mas de qualquer forma um interfere no outro e causa insatisfação.

As causas psicológicas mais comuns são:

  • ansiedade de desempenho,
  • medo do fracasso,
  • depressão,
  • dificuldades no relacionamento,
  • perda da atração,

dentre outros.

Leia também:

O aumento de liberação da adrenalina, presente em situações estressantes, reduz o fluxo sanguíneo necessário para se ter uma ereção satisfatória.

A disfunção erétil do homem é a dificuldade persistente de obter ou manter uma ereção firme o suficiente para que ele tenha uma atividade sexual satisfatória.

O desejo sexual (libido) permanece intacto, mas a rigidez e duração da ereção não são suficientes para se ter uma boa relação sexual.

Quase todos os homens experimentam uma dificuldade ocasional para ter ou manter uma ereção. Agora, se você não tem sentido vontade, sua libido pode estar baixa e sem o desejo não acontece a excitação, a ereção no homem.

É importante a busca por um urologista, para verificar como andam seus hormônios e a sua saúde física no geral.

Pois, alguns problemas orgânicos interferem na ereção e no desejo. Importante também buscar ajuda na terapia sexual.

Você pode investigar, por exemplo, o que aconteceu nesse meio tempo (antes havia desejo e ereção e agora não mais).

Já as causas físicas mais comuns são diabetes, pressão alta, colesterol e triglicérides altos, tabagismo, uso excessivo de bebidas alcoólicas, problemas nas artérias do pênis, alterações hormonais, dentre outros.

Estes também irão interferir no fluxo sanguíneo saudável e adequado para se manter uma ereção.

Saiba que a dificuldade em ter e manter a ereção é diferente da ausência ou baixo desejo.

Para acontecer um bom tratamento é importante verificar se a sua dificuldade é de ereção ou se a sua libido está baixa.

Leia também:

Avalie esse post

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas(10 avaliações, média: 3,90 de 5)
Loading...
Show Full Content
Carolina Freitas

Psicóloga, CRP 09/8329 (Inscrição anterior CRP 01 de 13/03/1998 a 05/12/2012). Mestre em Psicologia, Psicopedagoga, Sexóloga, Especialista em Educação Sexual. Terapeuta Sexual pelo Centro de Sexologia de Brasília CESEX. Terapeuta Cognitivo Sexual. Professora de pós graduação. Supervisora clínica. Delegada Estadual - Goiás 2020/2022 da Sociedade Brasileira de Estudos em Sexualidade Humana SBRASH, Idealizadora e coordenadora o Programa Florescer - Gênero e Sexualidade (@programaflorescer). Especialista do portal sexosemduvida.com Atua na área de psicologia clínica com adultos, terapia de casal e terapia sexual há mais de 20 anos e desenvolve trabalhos de palestras, cursos, consultoria e orientação em educação sexual para pais e mestres. Instagram: @psi_carolina_freitas.

Comentários

Desejo Sexual

Disfunção Erétil

Dor na relação Sexual

Ejaculação Precoce

Orgasmo Feminino

Poder feminino

Temas Gerais

Close

PRÓXIMO POST

Fechar

Não consigo ter uma ereção completa. Como solucionar?

Close