Sexo Sem Dúvida

Sexóloga explica: é normal a menstruação atrasar?

A menstruação é um processo fisiológico natural da mulher, que acontece mensalmente, após a regularização depois da menarca (primeira menstruação). É natural a todas as mulheres. É sinal de saúde.

Cada mulher tem o seu ciclo menstrual, seu tempo de menstruar.

Se ainda não conhece o seu ciclo dê uma olhada no texto Como calcular o período fértil e contar o ciclo menstrual.

Leia também:

Sobre ciclos irregulares, amenorreia e menstruação atrasada

1. Ciclos irregulares

Os ciclos irregulares são aqueles que não se mantêm no mesmo intervalo de dias entre uma menstruação.

Pode ainda ter uma diferença de 10 dias ou mais e intervalos menores de 21 dias. E, até mesmo não menstruar naquele mês.

Na menarca (início da vida fértil) e na menopausa (final da vida fértil) é comum os ciclos serem irregulares.

Lembre-se, se o seu ciclo é ou está irregular não tem como você saber quando será sua próxima menstruação. Logo, não tem como afirmar que está atrasada.

Outras situações como o pós-parto, os distúrbios alimentares (bulimia, anorexia), depressão, ovário policístico, endometriose, miomas, problemas de tireoide podem tornar o seu ciclo irregular.

2. Amenorreia

A amenorreia não é atraso de menstruação e sim a ausência dela por pelo menos três meses seguidos.

É normal se durante a gravidez, após a menopausa, em algumas mulheres que amamentam e em mulheres atletas profissionais (devido às alterações metabólicas).

PUBLICIDADE

O que você gostaria de aprender?

Selecione a opção abaixo e receba a nossa orientação por e-mail

3. Menstruação atrasada

A menstruação atrasar pode sim ser sinal de gravidez, mas nem sempre. Pois, pode também ser sinal de algum desequilíbrio no seu organismo. Preste atenção ao seu ciclo.

A primeira hipótese a ser descartada é a gravidez. Se você é sexualmente ativa e tem chance real de estar grávida (sexo desprotegido no período fértil) o primeiro passo é fazer o teste de gravidez.

Com uma semana de atraso você já pode fazer o teste.

Leia também: Como saber se estou grávida? Ginecologista explica

Pode ser normal a menstruação atrasar por até uma semana, devido as situações que você lerá abaixo. Ou ainda por mais de 15 dias, desde que não seja frequente o atraso.

Certo, então se a menstruação está atrasada e não é gravidez, o que pode ser?

Questões orgânicas, hormonais e psicológicas podem sim atrasar a sua menstruação. Ou seja, quaisquer alterações no seu organismo, incluindo sim a sua vida emocional, podem contribuir para o atraso no seu ciclo regular.

Veja os excessos que podem atrasar a sua menstruação em até uma semana:

E o uso de anticoncepcionais, interfere?

Se você faz uso de anticoncepcionais tem um ciclo menstrual bem regulado por eles. Mas, caso você interrompa o uso de anticoncepcionais, seja para parar ou para trocar, pode sim interferir no ciclo menstrual e demorar para regularizar novamente.

Atenção, nestas trocas mantenha o uso de preservativo para não engravidar!

E, o uso da pílula do dia seguinte pode também alterar o dia da menstruação. Já que é uma “bomba” hormonal, sua alta dosagem tem por efeito atrasar a menstruação.

E o emocional?

Além das questões físicas e hormonais, fatores emocionais podem também alterar a menstruação.

Stress, ansiedade, rotina atribulada, perdas… Mudanças na sua vida podem alterar seu estado emocional, que podem também atrasar a sua menstruação.

Para você cuidar da sua saúde, incluindo a sexual, faça consultas regulares com um(a) ginecologista.

Como os sintomas não são apenas físicos é importante você procurar um(a) psicóloga(o) especialista em sexualidade humana, para te ajudar a reorganizar a sua vida emocional, sexual e assim o seu ciclo.

Deixo aqui algumas sugestões para você manter o seu ciclo menstrual regular e sem ansiedades sua menstruação sempre descer:

  1. Mantenha um estilo de vida saudável. Como? Priorize a atividade física regular e sem excessos e mantenha uma boa alimentação, de forma a não ter ganhos nem perdas de peso bruscas.
  2. Evite bebidas em excesso e não fume.
  3. Tenha uma boa vida sexual. As vivências de uma sexualidade saudável contribuem para a qualidade da sua saúde física e mental.
  4. Cuide da sua saúde, incluindo a sexual. A sua qualidade de vida vai ser um determinante do seu equilíbrio físico, hormonal e psicológico.
Sair da versão mobile