Quando começaremos a deixar de falar em Doenças Sexualmente Transmissíveis e começaremos a falar de Saúde Sexualmente Transmissível?

É preciso mudar o discurso…

Quando é que iremos ensinar as pessoas ao invés de fugirem das doenças, a que elas busquem a saúde?

Este conceito Doença Sexualmente Transmissível, da forma com que é passado, está todo errado.

Nós não temos que falar de Doença para ter Saúde. Para ter Saúde temos que falar de Saúde. É como falar de Guerra buscando a Paz. Se queremos Paz o foco tem que ser a Paz. Não se fala de Guerra, querendo a Paz, se fala de Paz para buscar a Paz.

Se queremos Saúde o foco tem que ser aulas de Saúde e não aulas assustando adolescentes e adultos com imagens de Doenças Sexualmente Transmissíveis. Sabe de que isso adianta? Praticamente nada!

Adolescentes e adultos continuarão a fazer sexo, só que depois de saber das aulas de Doenças Sexualmente Transmissíveis e dos riscos farão sexo com ansiedade, com medo de se contaminar com alguma coisa que aprenderam que poderiam pegar.

Continuarão a fazer sexo, agora com medo!

Se queremos Saúde o foco é na Saúde. Alguém teve nas escolas aula de Saúde Sexualmente Transmissível? Aulas de Sexualidade com fotos bonitas, alegres, saudáveis?

O foco para muitas pessoas foi em Doenças Sexualmente Transmissíveis e Gravidez na Adolescência. Ponto! Queremos buscar a saúde assim? Como?

Quando ensinamos Saúde Sexual as pessoas vivem o sexo e se cuidam automaticamente, usam camisinha, cuidam do corpo, respeitam a si e ao(a) parceiro(a).

Quando o foco é na doença elas deixam de se cuidar, quando protegem-se é pelo medo e não pela consciência e importância de se manterem saudáveis.

Quando o foco é na “Saúde Sexual” somem doenças, acabam guerras, há menos agressão entre gêneros masculino e feminino, casais se reconciliam, indivíduos começam a ser felizes com a própria Sexualidade, mas para isto temos que mudar o foco.

Não é assustando crianças, adolescentes ou adultos que buscaremos a saúde.

É preciso divulgar um conceito de Sexualidade que ajude as pessoas a encontrar a felicidade e não a se distanciar dela.

Sexo é comunicação, é a própria vida. O objetivo é passar momentos bons, mas nos ensinam a ficar com medo.

Que tal falar de Saúde Sexualmente Transmissível? De sexo saudável?

Compartilhe, por favor, para mudarmos esta consciência!

Avalie esse post

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas(1 avaliações, média: 5,00 de 5)
Loading...
Show Full Content
Marlon Mattedi
Marlon Mattedi

Psicólogo. CRP 12/03841. Terapeuta Sexual. Pós-graduado em Terapia Sexual pelo Instituto Brasileiro de Sexologia e Medicina Psicossomática de São Paulo (ISEXP/SP) e pela Faculdade de Medicina do ABC-São Paulo/SP. Especialista em Sexualidade pela Sociedade Brasileira de Estudos em Sexualidade Humana (SBRASH). Especialista em Orientação, Terapia Sexual e de Casal pela Fundação SEXPOL de Madrid-Espanha - Instituto vinculado a Sociedade Européia (FES) e a Associação Mundial para a Saúde Sexual (WAS). Secretário Geral da Sociedade Brasileira de Estudos em Sexualidade Humana (SBRASH) Gestão 2016-2017 e co-fundador do Portal Sexosemduvida.com.

Comentários

Desejo Sexual

Disfunção Erétil

Dor na relação Sexual

Ejaculação Precoce

Libere Seu Poder

Orgasmo Feminino

Temas Gerais

Close

PRÓXIMO POST

Fechar

Veja como funcionam os remédios para ereção

Close