Em minha experiência de mais de 10.000 atendimentos em sexualidade, não lembro de um único homem que tenha passado pelo processo completo de terapia sexual para o tratamento da ereção, e que tenha continuado a tomar tal medicamento.

Quando o corpo físico está saudável para a ereção não há necessidade de tais medicamentos, e se o problema for psicológico a Terapia Sexual com um Psicólogo Especialista em Sexualidade resolve. Portanto, continua tomando Viagra quem quer!

Começo citando apenas um dos tantos medicamentos já existentes para a ereção masculina. Hoje os nomes se ampliam, Cialis, Levitra, Eleva e inúmeros outros estão aí no mercado, com a proposta de facilitar a ereção.

Leia também:

Um dilatador de veias e artérias

Agora que a patente foi aberta surgiram ainda outros nomes, mas a proposta é a mesma. Saibam que Viagra, ou qualquer um desta classe de medicamentos, não provoca ereção alguma.

Eles são simplesmente vasodilatadores, facilitam a abertura dos vasos sanguíneos do corpo, de todo corpo.

A ereção do pênis tem seu start e sua manutenção da rigidez do órgão por processos psicológicos. Tome tal medicamento e não tenha estímulo psicológico algum, que o pênis não entrará em ereção.

Toma-se algo para o físico se o que provoca a falta de ereção na grande maioria das vezes é de ordem psicológica? Algo está errado aí.

Olá! Eu sou o Dr. Bot, um assistente virtual e estou aqui para ajudar a esclarecer suas principais dúvidas!

De maneira anônima, converse com nosso robô que já ajudou milhares de pessoas a melhorar o sexo.

Qual das opções quer saber mais?

Se a lesão for física e for grave, provavelmente seu médico lhe dirá que não há porque tomar tal medicamento, porque o corpo está impossibilitado de ter ereção, agora, se estiver com as funções sexuais físicas normais e com saúde, para que tomar tal medicamento? Busque a terapia sexual e entenderás.

Efeitos indesejáveis

Quando não regulado por um profissional da medicina, a dose, a qualidade e a origem do medicamento ele pode provocar efeitos indesejados e pode trazer lesões.

Além da dependência psicológica provocada, rompimento de artérias, possíveis lesões da córnea provocando em alguns casos problemas de visão, acidente vascular cerebral (derrame), até paradas cardíacas (infartos) já foram relatados após uso não equilibrado e mal associado do medicamento, e 1 (um) comprimido dependendo de quem o toma já pode ser um uso não equilibrado.

Cuidado ao fazer uso de qualquer medicamento sem avaliação médica, e se este lhe indicar vasodilatadores na intenção de provocar a ereção, busque em paralelo uma Terapia com profissionais especializados no tratamento de problemas sexuais, treinados para tal.

Verão que tais medicamentos são desnecessários na quase totalidade e maioria absoluta dos casos.

Links úteis:

  1. Sociedade Brasileira de Estudos em Sexualidade Humana
  2. Sociedade Brasileira de Urologia
  3. International Society for Sexual Medicine

Avalie esse post

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas(6 avaliações, média: 4,00 de 5)
Loading...
Show Full Content
Marlon Mattedi
Marlon Mattedi

Psicólogo. CRP 12/03841. Terapeuta Sexual. Pós-graduado em Terapia Sexual pelo Instituto Brasileiro de Sexologia e Medicina Psicossomática de São Paulo (ISEXP/SP) e pela Faculdade de Medicina do ABC-São Paulo/SP. Especialista em Sexualidade pela Sociedade Brasileira de Estudos em Sexualidade Humana (SBRASH). Especialista em Orientação, Terapia Sexual e de Casal pela Fundação SEXPOL de Madrid-Espanha - Instituto vinculado a Sociedade Européia (FES) e a Associação Mundial para a Saúde Sexual (WAS). Secretário Geral da Sociedade Brasileira de Estudos em Sexualidade Humana (SBRASH) Gestão 2016-2017 e co-fundador do Portal Sexosemduvida.com.

Comentários

Desejo Sexual

Disfunção Erétil

Dor na relação Sexual

Ejaculação Precoce

Libere Seu Poder

Orgasmo Feminino

Temas Gerais

Close

PRÓXIMO POST

Fechar

Ejaculação Retardada: Por que isso acontece?

Close