Se você é ansioso(a) provavelmente tentará ler este texto rápido querendo acabar rapidamente. Tente ir até o fim?

Existem 2 tipos de ansiedade.

Uma benéfica, que nos deixa preparado para o enfrentamento de algum desafio na vida, que nos deixa atentos.

Mas existe outra, que nos desequilibra, nos acelera em demasia e que frequentemente prejudica mais do que ajuda.

A primeira forma é a saudável, a segunda é a que causa lesões.

E aqui falaremos de 3 dicas simples para você mesmo começar a equilibrar a sua ansiedade.

De todas as emoções, a ansiedade e o medo, são duas das emoções que mais interferem sobre a saúde do seu organismo.

Medo é importante? Sim, mas cuidado com o medo que paralisa. Ansiedade é importante? Sim, mas cuidado com a ansiedade que lesiona.

Se você já se sentiu alguma vez ansioso deve ter percebido algumas destas alterações em você mesmo.

  1. Temperatura alterada
  2. Pés ou mãos geladas
  3. Suor
  4. Batimento Cardíaco acelerado
  5. Boca seca
  6. Pupila dilatada
  7. Intestino acelerado ou com movimentos limitados
  8. Vontade de urinar ou defecar
  9. Tensão dos músculos.

Entenda o que ocorre com você:

Imaginem uma cascata. Na ponta, lá em cima, surgem os pensamentos que lhe deixam preocupados.

Estes pensamentos na sequencia geram uma emoção chamada ansiedade e logo abaixo, como consequência da ansiedade, começa no corpo a produção e liberação de adrenalina, que é jogada na corrente sanguínea.

Esta adrenalina gera todos os sintomas que falei a você, mas também e principalmente diminui o calibre dos vasos sanguíneos, deixando-os mais estreitos.

Por eles estarem mais fechados diminui a chegada de sangue em vários órgãos, diminui a chegada de sangue principalmente nas pontas do nosso corpo, no cérebro, nas mãos, nos pés e inclusive nos genitais, locais estes onde estão os vasos sanguíneos mais finos e são as pontas do nosso corpo.

É simples: sob ansiedade não raciocinamos direito e órgãos genitais ficam alterados.

Você entende porque pessoas ansiosas tendem a ter alteração no sexo?

Resumo: Pensamentos que preocupam => Ansiedade => Adrenalina => Alteração no corpo diminuindo calibre dos vasos sanguíneos => Alteração na quantidade de sangue na irrigação do cérebro e genitais.

Portanto se você tem algum problema no sexo, observe que é bem provável que a ansiedade esteja presente.

Na grande maioria dos casos, ou trabalha-se a ansiedade, ou fica-se com problemas no sexo por longos períodos, ás vezes a vida inteira.

3 exercícios para controlar a sua ansiedade

Vou te ensinar 3 exercícios rápidos para você tentar controlar um pouco dos efeitos da ansiedade

1) Defina prioridades

Se você é ansioso, vai ver que a sua tendência é achar que tudo é importante, e que tudo tem que ser feito na hora. Mas se você avaliar bem vai ver que nem sempre é assim. Existem coisas importantes e outras menos importantes.

Se você definir o que é prioridade, isto fará você correr menos contra o tempo.

Entre uma coisa importante e outra menos importante, há sempre um espaço em que você vai perceber que pode dar uma pausa.

Pode alongar o corpo, sair de onde estiver e olhar para pontos diferentes do ambiente que você estava, por ex. observar objetos distantes, paisagens, animais em movimentos.

Mas leve com você, nem tudo é prioridade!

2) Aprenda a respirar

Um organismo com adrenalina apresenta baixa oxigenação.
Perceba que provavelmente quando você está ansioso ou ansiosa é bem provável que esteja respirando de forma curta e muito pequena. Pessoas ansiosas tem a tendência a respirar pouco e raso.

Respire fundo. Nosso organismo com adequada oxigenação faz parte da adrenalina diminuir, portanto você se perceberá mais calmo.

3) Focar no que se está fazendo

Se estiver comendo, coma, se estiver andando ande, se estiver assistindo um filme assista, se estiver dirigindo dirija e não queira acelerar o tempo dos semáforos.

Se você é uma pessoa ansiosa vai notar que tem a tendência a fazer tudo e focar-se pouco exatamente no que está fazendo, querendo antecipar o que pode. Foco no que se executa em geral contribui para diminuir a ansiedade também.

Faça isso durante algumas semanas.

Se com 3 exercícios rápidos não adiantou, a solução está em alterar os pensamentos, que é a origem da cascata que expliquei acima.

Se não conseguiu sozinho, vale a ajuda de alguém, porque você precisará mexer na parte psicológica/emocional e isto é sempre mais fácil com o acompanhamento de alguém treinado.

Sob ansiedade ou problemas no sexo, busque terapia e verá como é fácil resolvê-los.

Avalie esse post

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas(24 avaliações, média: 4,21 de 5)
Loading...
Show Full Content
Marlon Mattedi
Marlon Mattedi

Psicólogo. CRP 12/03841. Terapeuta Sexual. Pós-graduado em Terapia Sexual pelo Instituto Brasileiro de Sexologia e Medicina Psicossomática de São Paulo (ISEXP/SP) e pela Faculdade de Medicina do ABC-São Paulo/SP. Especialista em Sexualidade pela Sociedade Brasileira de Estudos em Sexualidade Humana (SBRASH). Especialista em Orientação, Terapia Sexual e de Casal pela Fundação SEXPOL de Madrid-Espanha - Instituto vinculado a Sociedade Européia (FES) e a Associação Mundial para a Saúde Sexual (WAS). Secretário Geral da Sociedade Brasileira de Estudos em Sexualidade Humana (SBRASH) Gestão 2016-2017 e co-fundador do Portal Sexosemduvida.com.

Comentários

Desejo Sexual

Disfunção Erétil

Dor na relação Sexual

Ejaculação Precoce

Libere Seu Poder

Orgasmo Feminino

Temas Gerais

Close

PRÓXIMO POST

Fechar

Perguntas íntimas para esquentar a conversa

10 de julho de 2017
Close