Squirt, afinal o que é isso?

Talvez você já tenha tido curiosidade em saber o que é isso. Squirting é uma palavra em inglês, onde o verbo squirt significa esguichar.

Esta possibilidade no sexo, tem sido amplamente discutido na atualidade, mas tem relatos muito antigos de mulheres que já expeliam líquidos durante o orgasmo desde a antiguidade.

Squirt, o que é?

Mas o que realmente seria o squirt?

É quando a mulher tem a sua ejaculação e esguicha líquido ou fluídos da sua vagina.

Acho que todo mundo já ouviu falar ou viu em algum filme, uma mulher que quando atinge o orgasmo, sai uma grande quantidade de líquido da vagina. Isso é o famoso squirt.

Esse é um dos temas que mais provoca curiosidade porque a maioria das pessoas não sabe como ou porque isso acontece.

Hoje essa prática é um dos objetivos principais de muitas mulheres no campo sexual, muitas sonham em consegui-lo.

Uma das explicações é que esse assunto é meio que uma lenda urbana onde um amigo fala para o outro, os homens vão passando as informações cada vez mais aumentadas sobre experiências sexuais que geralmente não viveram e assim por diante criando um tabu em torno do assunto.

Vários mitos nasceram dessa forma, então é importante desvendar e esclarecer.

Vamos lá!

Isso é xixi?

Muitos acreditam que esse liquido é apenas urina. Algumas pesquisas mostraram isso.

Samuel Salama, cientista do Departamento de Ginecologia e Obstetrícia da França, publicou um artigo dizendo que o squirt é a emissão involuntária de urina durante o sexo, mesmo que não tenha cheiro ou aparência de urina, as substâncias que o compõe são as mesmas.

Mas as opiniões se dividem. As pesquisas científicas tem sido inconsistentes.

Um estudo publicado pelo The Journal of Sexual Medicine diz que esse fluído tem característica de plasma prostático, não urina e conclui que esta pode ser a prova de que a nossa glândula parauretral ou de Skene, de onde o fluído vem, funcionam como glândulas da próstata feminina.

Esse liquido é incolor, um pouco mais denso que a água e sem cheiro.

Leia também:

Toda mulher pode ter? Ela só tem que aprender?

Muitos especialistas afirmam que todas as mulheres podem ter um squirt, pois todas elas possuem glândulas de Skene.

Deborah Sundahl um das maiores especialistas em ejaculação feminina, diz que a ejaculação feminina está ao alcance da maioria das mulheres.

A variação de porcentagens de mulheres que relatam que em algum momento experimentou o jorro de líquido durante o orgasmo é grande sendo assim confirmando a inconsistência entre as pesquisas.

Um outro fator que pode determinar a capacidade da mulher esguichar é o lugar onde a glândula de Skene se encontra e a habilidade de produzir fluído prostático.

Como isso varia de mulher para mulher conclui-se que nem toda mulher pode jorrar, mesmo com o treino e educação adequada.

Squirt e o Orgasmo Feminino

Você precisa esguichar para ter orgasmo?

A mulher que já ejaculou tem mais prazer do que as que nunca tiveram? Aqui entra novamente a polêmica do orgasmo.

Não há como medir se um orgasmo é melhor que outro comparando uma mulher com a outra, pois essa experiência é subjetiva, de cada uma. A mesma mulher tem orgasmos diferentes a cada episódio de orgasmo.

Tudo dentro da sexualidade depende de vários fatores e o orgasmo não seria diferente. Tem dias que você está mais disposta para o sexo ou foi mais estimulada então provavelmente seu orgasmo vai ser melhor ou pelo menos mais fácil de chegar lá.

Squirt é causado pela estimulação do ponto G?

Esta relação com o Ponto G ainda está confusa.

O motivo dessa confusão é que a glândula de Skene está localizado na parede posterior da vagina perto da extremidade inferior da uretra e pode estar próximo ao Ponto G ou parte dele.

Então para algumas mulheres estimular o ponto G pode levar a ejaculação feminina.

O que a gente vê nos filmes pornográficos é real?

Sempre que você observar uma mulher esguichando em um filme lembre-se que pode ser água que foi colocada na vagina antes da relação ou a mulher está fazendo xixi na frente da câmera.

As mulheres que ejaculam dizem que é mais fácil ejacular quando estão relaxadas e a situação de estar trabalhando em frente as câmeras não é uma situação tão relaxante assim.

Dicas sobre o Squirt

Agora que você sabe um pouco mais sobre o squirting e ficou curioso ou curiosa para saber se você ou sua parceira também consegue vamos a 2 dicas:

  1. Como você viu acima as glândulas de Skene são bem próximas ao Ponto G então é importante que você ache o seu ou o da sua parceira e aprenda a estimulá-lo. Ele fica na parede anterior da vagina, atrás do osso púbico. Ele pode ser estimulado com o seu dedo ou do parceiro e com o pênis em determinadas posições. Uma delas é colocar as pernas bem para cima apoiando no ombro dele.
  2. O que importa para conseguir o squirt é a mulher estar bem com a própria sexualidade, não ficar buscando isso como se fosse a salvação e o último recurso para se ter prazer ou para agradar o parceiro. Busque como uma forma de autoconhecimento e curiosidade, e se conseguir, que bom, se não que bom também, continue curtindo o sexo, tendo prazer e orgasmos da maneira que for melhor para você.

A sexualidade é composta de diversos fatores, sendo que para ter uma melhor vida sexual é necessário mudanças em vários aspectos.

Então é errado pensar que só o fato de conseguir ou não o squirt fará você e/ou seu parceiro mais feliz e satisfeito.

O ideal é dar importância para as singularidades do casal, cada um é único e isso é a beleza da diversidade.

Avalie esse post

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas(34 avaliações, média: 4,59 de 5)
Loading...
Show Full Content
Glennia Goulart
Glennia Goulart

Fisioterapeuta pela UniEvangelica de Anápolis. Crefito-117413-F. Pós graduada em fisioterapia na saúde da mulher pela Universidade Cândido Mendes do RJ. Psicóloga pela Anhanguera de Anápolis. CRP09/6674. Pós graduada em Sexualidade Humana pela Universidade Cândido Mendes do RJ.

Comentários

Desejo Sexual

Disfunção Erétil

Dor na relação Sexual

Ejaculação Precoce

Libere Seu Poder

Orgasmo Feminino

Temas Gerais

Close

PRÓXIMO POST

Fechar

Como ter criatividade no sexo?

Close