Para muitas mulheres não conseguir chegar lá pode ser tão frustrante e tão angustiante quanto deixar transparecer para o outro que não está sendo suficientemente prazeroso.

E confesso que responder essa questão causa tanto incômodo tanto para quem pergunta quanto para quem responde.

Mas quem nunca né?

Mulheres diariamente me perguntam como resolver essa questão: de “precisar” demonstrar prazer para seus parceiros.

Se isto já aconteceu com você não fique preocupada, é bem comum.

Curiosidade:

Segundo uma pesquisa realizada pela Universidade Columbia, nos Estados Unidos, 54% das mulheres entre 18 e 46 anos já fingiram um orgasmo pelo menos uma vez na vida.

Mas será que os homens caem nessa? Ou eles percebem que estamos fingindo?

Se a sua dúvida é apenas essa, sossegue seu coração, é difícil para um homem perceber com toda a certeza se uma mulher está fingindo.

Ele pode conhecer as reações que um orgasmo provoca no organismo, mas a real certeza de ter ou não alcançado é somente você que terá.

Até mesmo uma outra mulher te observando, não terá a certeza se você alcançou um orgasmo, somente você saberá a real. 

Leia também:

Orgasmos irreais

Orgasmos de filmes pornôs não são reais na maioria dos filmes.

Muitos homens e mulheres aprendem o que é um orgasmo vendo filmes pornográficos, recebem estas informações de como se comportar no sexo, acham que orgasmo bom é como o de filme pornô, que orgasmo verdadeiro tem que gemer intensamente, e isso não é verdade.

Você não precisa gemer intensamente para provar a ninguém se sentiu algo. Viva o prazer como você desejar, isso é o mais importante.

Se não assistiu, assista

Na clássica cena do filme romântico Harry e Sally – Feitos um para o outro, a protagonista simula um orgasmo no meio de uma lanchonete para provar ao seu colega que, sim, é possível fingir um orgasmo.

Diferenças entre o orgasmo do Homem e da Mulher

Do ponto de vista físico, uma mulher pode fingir o ato de chegar ao clímax, já que ela, diferente do homem, não tem mostras explícitas como a ereção e ejaculação como acontece com os homens.

Mas o nosso corpo não dá mostras do orgasmo? Háaa dá sim!

A mulher apresenta:

  • Rigidez no clitóris,
  • Aumento das pupilas
  • Aumento no ritmo da respiração,
  • Leve perda de consciência (leve perda),
  • Movimentos do corpo sem pensar muito, e outros sinais.
  • Além disso, a vagina comprime o pênis durante a penetração se o orgasmo for obtido com o pênis dentro da vagina.

Vale lembrar que nem todas sentem a necessidade de expressar gemidos ou suspiros.

Leia também:

E depois? Tem algo que mostre que houve fingimento?

Na verdade, aí é que mora o problema da farsa.

Porque, depois do orgasmo, ocorre logo um relaxamento do corpo, e uma sensível mudança de humor, causado pelo prazer.

O fato de não ter obtido prazer e o relaxamento causado pelo orgasmo, deixa transparecer essa necessidade do seu corpo em obter essa sensação.

Você ao não alcançar o orgasmo tende a ficar com maior irritabilidade, apatia e mal humor.

Isto pode se tornar evidentes após algumas noites de sexo sem prazer.

Afinal é “trabalho” sem “salário”, não é mesmo? E aí quem estiver com você vai sacar.

Sem contar é claro, que provavelmente uma mulher que não sente prazer, não estimula a libido e não procura por sexo, levantando a suspeita de que não goste do sexo realizado com seu parceiro, deixando ele percebendo e até desconfiado que você não alcance o orgasmo e que pode estar fingindo algumas vezes.

Como lidar com isso então?

O melhor caminho é sempre uma conversa franca, sobre como se sente durante o sexo.

A médio prazo, o fingir pode causar um desgaste no seu relacionamento e seu parceiro não saber que é por que você não chega lá.

Aliás, é provável que nem você realmente saiba o porquê da insatisfação que acomete o relacionamento.

Fingir orgasmo desgasta o relacionamento

No caso da disfunção sexual feminina, seja ela qual for, o caminho é semelhante:

Converse sobre a sensação de orgasmo difícil de ser alcançado, e busque os estímulos, as técnicas e o conhecimento necessários para intensificar o prazer.

Existem bons materiais para leitura que ajudam muito no alcance do orgasmo.

Se depois de praticar os estímulos certos, você ainda tiver dificuldade o ideal é buscar um(a) profissional para lhe ajudar a solucionar.

Com certeza essa conquista vai trazer mais cumplicidade ao seu relacionamento.

Fingir, em geral, pode funcionar por um tempo, mas nem sempre funciona por muito tempo.

Leia também:

Avalie esse post

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas(5 avaliações, média: 4,80 de 5)
Loading...
Show Full Content
Drª Márcia Oliveira/Espaço Íntimo Fisioterapia
Drª Márcia Oliveira/Espaço Íntimo Fisioterapia

Fisioterapeuta pela Universidade Estácio de Sá (UNESA/RJ). CREFITO 2 104488-F. Mestre em Ciências da Saúde pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Doutora em Ciências da Saúde pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Especialista em Saúde da Mulher Coffito, Especialista em Aspectos Diagnósticos e Terapêuticas das Disfunções Sexuais (Unileya). Fundadora do Espaço Íntimo Fisioterapia cuja missão é desenvolver a Sexualidade Feminina de forma Saudável e Plena.

Comentários

Desejo Sexual

Disfunção Erétil

Dor na relação Sexual

Ejaculação Precoce

Libere Seu Poder

Orgasmo Feminino

Temas Gerais

Close

PRÓXIMO POST

Fechar

7 Motivos para você usar a posição Papai e Mamãe

Close