O Ponto G é uma região que fica na parede superior da vagina, entre a vagina e a uretra e teria sido descoberto pelo ginecologista alemão Ernst Grafenberg, daí chamá-lo de Ponto G.

Segundo alguns pesquisadores, este ponto apresenta uma sensibilidade diferente do restante das paredes da vagina, e o toque neste ponto pode levar a mulher a ter orgasmos intensos.

Será que existe mesmo?

Na verdade o Ponto G é mais um ponto sensível no corpo feminino.

A existência deste ponto de sensibilidade é polêmica e nem os pesquisadores da sexualidade feminina tem um consenso sobre a existência e localização exata dele.

Hoje, o que se sabe de fato, é que algumas mulheres apresentam sensibilidade neste ponto, e outras não.

Na prática o Ponto G é mais uma possibilidade de prazer para as mulheres.

Como encontrar?

Posicione o dedo indicador dentro da vagina. O Ponto G fica a cerca de 5-7 cm na parte superior do tubo vaginal.

Localização do Ponto G

Experimente dobrar a ponta do dedo nesta região, como estivesse fazendo uma cosquinha. Você deve sentir uma região com textura mais firme ou grossa, aí fica o Ponto G.

E lembre-se: cada mulher é única e o que dá ou não prazer a uma mulher varia muito. Portanto ainda que você encontre a localização do Ponto G, somente a mulher poderá dizer se o toque está sendo prazeroso.

Dica preciosa:

Experimente estimular o Ponto G ao mesmo tempo que estimula o clitóris, tanto na mastrubação quando no sexo oral.

O estímulo conjunto aumenta as chances da mulher atingir o orgasmo além de aumentar o nível do prazer e a intensidade dos orgasmos.

Quer ajuda extra?

Já existem vibradores desenvolvidos para estimular o Ponto G, ou seja, possuem um formato que vai direto ao ponto.

Dica quente: Se quiser levar o toque ao próximo nível vocês podem experimentar o vibrador enquanto estimulam a penetração vaginal e/ou anal.

No sexo o que vale mesmo é a descoberta juntos e o prazer. Pode ser muito excitante e divertido procurar o Ponto G. E mais gostoso ainda não encontrar, mas continuar procurando 😉

Se você tiver mais alguma dúvida sobre o ponto G, fique a vontade, é só nos perguntar, estaremos aqui sempre para lhe responder e lhe ajudar.

Leia também:

Avalie esse post

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas(4 avaliações, média: 5,00 de 5)
Loading...
Show Full Content

Sobre o Autor Ver Posts

Gabriela Pavani Daltro
Gabriela Pavani Daltro

Psicóloga pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP). CRP 06/86668. Extensão em Psicogerontologia (Terceira Idade) pela PUC-SP. Especialista em Sexualidade Humana pela Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo(FMUSP). Terapeuta de Casal pelo Ciclo-Ceap SP. Especializanda em Neuropsicologia clínica pela USP-SP. Extensão em "Desfechos Negativos Associados ao Comportamento Sexual (Compulsão sexual, ISTs/AIDS, violência sexual) pelo Ambulatório de Impulso Sexual Excessivo do HC-FM-USP. Capacitação em Intimidade e Sexualidade do Casal pelo Relational Life Institute - Estados Unidos. Autora dos Livros Digitais: Prazer na Intimidade - Guia para Mulheres e Como ter Orgasmos Sempre. Membro da Sociedade Brasileira de Estudos em Sexualidade Humana - SBRASH.

Comentários

Desejo Sexual

Disfunção Erétil

Dor na relação Sexual

Ejaculação Precoce

Libere Seu Poder

Orgasmo Feminino

Temas Gerais

Close

PRÓXIMO POST

Fechar

5 dicas para a relação sexual durar mais tempo

18 de abril de 2016
Close