Se você já teve um orgasmo, sabe como é gostoso.

O pico do prazer, o clímax, a sensação de bem-estar e o relaxamento que vem depois. É uma experiência que dá vontade de repetir, não dá?

Imagine ter mais de um orgasmo na mesma relação ou durante a masturbação?

Quando os orgasmos acontecem em um intervalo pequeno de tempo entre um e outro, geralmente segundos ou minutos após o primeiro orgasmo, damos o nome de orgasmos múltiplos.

Com o conhecimento do próprio corpo e as técnicas certas é possível chegar lá com muito mais facilidade.

Leia também:

O corpo da mulher depois do primeiro orgasmo

O corpo da mulher após o orgasmo

Depois do primeiro orgasmo acontecem duas reações importantes no corpo da mulher:

1) O clitóris (órgão de prazer feminino) fica muito sensível à estimulação.

Isso quer dizer que toques diretos no clitóris logo após o primeiro orgasmo podem incomodar ao invés de excitar.

Portanto se o clitóris estiver sensível evite estimular já diretamente e novamente sobre ele.

Leia também: A forma ideal para estimular o clitóris

2) Outro ponto importante é que o sangue que fluiu para a região do quadril, para a vagina e órgãos internos durante a excitação e o primeiro orgasmo demora a retornar ao normal.

Isso quer dizer que, a região como um todo, permanece sensível por um bom tempo (este processo do corpo voltar ao normal, para voltar a um estado de repouso, pode levar até uma hora para se completar).

Por isso, se a mulher ainda estiver excitada e ainda estiver com disposição para continuar as carícias é possível sim ser estimulada novamente.

Como a região permanece um bom tempo sensível, a excitação tende a acontecer mais rápido.

Mas sempre perceba se a mulher está com o clitóris muito sensível ou se já está permitindo o toque novamente, se estiver permitindo, é possível seguir.

Olá! Eu sou o Dr. Bot, um assistente virtual e estou aqui para ajudar a esclarecer suas principais dúvidas!

De maneira anônima, converse com nosso robô que já ajudou milhares de pessoas a melhorar o sexo.

Qual das opções quer saber mais?

Escolha o toque certo para cada momento

Quando o primeiro orgasmo termina, cerca de metade das mulheres que tem orgasmos múltiplos preferem voltar aos toques e carícias do começo da relação.

Toques mais difusos, espalhados, que estimulem vários pontos da vulva e da vagina como os grandes e pequenos lábios, por exemplo, são bem-vindos.

Mantenha o pique

A grande maioria das mulheres precisa treinar bastante.

Se você não conseguir na primeira vez, continue praticando. É repetindo que o corpo aprende.

Como qualquer outra habilidade física como dançar, jogar bola, beijar bem… é preciso praticar. Com o orgasmo funciona do mesmo jeito.

Em seguida, procure explorar algumas técnicas que levam ao próximo orgasmo:

Passo a passo para orgasmos múltiplos

Iniciando os orgasmos múltiplos

1) Toques longe do clitóris

Depois do primeiro orgasmo, como o clitóris fica muito sensível, tocar diretamente ou com muita força e pressão pode gerar dor.

Dê preferência para movimentos circulares ao redor do clitóris.

Outra técnica muito utilizada é esfregar levemente com movimentos para cima e para baixo desde a entrada da vagina, grandes e pequenos lábios, passando por cima do clitóris de modo leve e espalhando lubrificação da vagina na região.

Para saber exatamente onde fica o clitóris, leia este artigo.

Estes movimentos mantém a sensibilidade na medida certa. Você pode usar as mãos, boca, língua, pênis ou acessórios como um vibrador, por exemplo.

Movimentos ao redor do clitóris

2) Abrace a vulva

Outra dica interessante é tampar toda a região da vulva com a palma da mão e pressionar bem levemente.

Pode utilizar também a boca, mas mantenha a pressão leve.

É como dar um grande abraço na região; esta técnica também ajuda a manter a excitação sem incomodar e prepara para o próximo passo.

3) Toques diretos e indiretos

Há mulheres que conseguem sentir prazer com toques diretos e rápidos na região do clitóris ou durante movimentos rápidos de penetração logo após o primeiro orgasmo.

Estes toques são feitos diretamente no clitóris. Você pode esfregar a região, dar leves batidinhas, lamber para cima e para baixo e ir aumentando a velocidade destes movimentos.

Lembre-se sempre que cada mulher é diferente nos gostos e na sensibilidade, então vá percebendo e checando com ela se o toque está prazeroso.

Para a mulher que está se descobrindo, experimente vários tipos de toques até encontrar o que mais gosta. Mantenha a carícia constante, sem variar muito até o próximo orgasmo chegar.

Carícias constantes no mesmo ritmo

Por outro lado, tem mulheres que conseguem ter o próximo orgasmo, mas o clitóris continua muito sensível ao toque.

Neste caso, fazer uma carícia em cima e direto no clitóris pode gerar dor ou desconforto. O melhor é ir aos poucos, experimentando tocar em volta do clitóris com movimentos circulares dos dedos ou da língua.

Dica:

Puxar os pequenos e grandes lábios e cobrir o clitóris com eles, como um sanduíche é uma boa dica.

Assim, as camadas de pele fazem uma proteção e o toque fica mais macio.

Às vezes não é possível fazer este movimento, porque cada vulva é diferente e há mulheres com mais pele ou menos pele na região.

Neste caso, retorne aos movimentos em torno ou próximo do clitóris e só avance para um toque mais direto quando perceber que a mulher está bem excitada.

Você pode pedir para ela te falar ou sinalizar o que deseja.

Lembre-se: Com a prática tudo isso vai ficando mais fácil e a sintonia do casal vai aumentando também.

4) Quantos orgasmos múltiplos você pode ter

Aqui, o céu é o limite.

Tudo vai depender da quantidade de tensão sexual, dos tipos de estímulos e carícias e até mesmo da disposição física depois do primeiro orgasmo.

Normalmente, se você tiver com algum desconforto físico depois do orgasmo como fome ou vontade de fazer xixi, atingir o segundo orgasmo fica mais difícil.

Mas se você ainda estiver no clima e na disposição você pode ter quantos você sentir vontade ou conseguir.

Você pode ter quantos orgasmos conseguir

A experiência de prazer só é válida enquanto você estiver gostando. Por isso não se preocupe muito com a quantidade: ás vezes ter um orgasmo pode ser tão bom quanto ter cinco.

Cada mulher é uma e cada experiência é diferente

Curiosidade sobre orgasmos múltiplos: Você sabia que o orgasmo pode ser gerado de várias formas?

Há relatos de mulheres que atingiram o orgasmo pelo clitóris, com penetração, com toque anal, com toque nos seios e até em situações completamente diferentes como durante a malhação na academia e também durante o sono?

Portanto, fique atenta. Tudo que gera tensão sexual: uma fantasia, um lugar, uma carícia, uma conversa com alguém especial gera também combustível para o orgasmo.

E quanto mais combustível, mais chances de gastar com um, dois, ou mais orgasmos.

Curiosidade sobre orgasmos múltiplos

5) Produtos que facilitam o alcance de orgasmo múltiplo

Existem muitos produtos no mercado que prometem orgasmo múltiplos: desde cremes e géis até vibradores e massageadores. O mais importante não é o que você vai usar, mas como vai usar.

A regra para os produtos é mesma se você for utilizar a boca, os dedos ou o pênis.

6) Estimulando o clitóris e o ponto G junto para alcançar orgasmos múltiplos

O ponto G é um ponto de sensibilidade na parte interna na vagina, na parede de cima a cerca de 4 a 5 centímetros de distância da entrada da vagina.

Algumas mulheres relatam que sentem prazer e sensibilidade nesta região.

Estimular o ponto G com a penetração dos dedos, ou de acessórios como o vibrador, por exemplo, pode ser muito excitante e ajudar a manter a mulher aquecida depois do primeiro orgasmo.

É especialmente interessante para mulheres que tem facilidade em atingir o primeiro orgasmo com a penetração e pode ser uma alternativa para mulheres que ficam com o clitóris muito sensível depois do primeiro orgasmo.

Procure realizar a penetração enquanto mantém outras carícias nas coxas e na vulva.

Se estiver fazendo a penetração manual, pressione o ponto G com cuidado, por exemplo, pressione e solte, pressione e solte, pressione e solte e assim por diante.

Pressione o ponto g com cuidado

Você também pode realizar a pressão do ponto G e, ao mesmo tempo, realizar carícias mais diretas no clitóris ou mesmo estimular a região anal.

A presença de diversos estímulos em várias regiões do corpo leva a uma crescente tensão sexual e, em seguida, ao próximo orgasmo.

Lembre-se: Cada mulher tem uma preferência, por isso preste atenção à comunicação com sua parceira para ter certeza de que os toques estão excitantes.

Curiosidade sobre orgasmos múltiplos: Você sabia que o homem tem apenas uma via de nervos que leva as informações prazerosas do pênis para o cérebro? A mulher tem quatro!

Além de receber informações do clitóris, estes feixes de nervos captam informações da vagina e dos órgãos internos como o útero, por exemplo, facilitando orgasmos múltiplos.

Conexões de prazer

7) Benefícios do orgasmo e dos orgasmos múltiplos

Na realidade, o grande benefício do prazer é o prazer mesmo. Já te explico.

Diferentemente dos homens, que precisam atingir o orgasmo para ejacular e procriar, o orgasmo da mulher não está ligado com a procriação.

Na verdade, o orgasmo feminino tem uma função muito mais sutil, mas também muito importante: proporcionar prazer e bem-estar às mulheres.

O grande benefício de ter tantas vias de nervos, tanta sensibilidade, um órgão como o clitóris inteirinho só para proporcionar prazer e orgasmos é exatamente o que parece: um grande bônus da natureza para as mulheres.

Benefícios para as mulheres

Portanto, o bem-estar pode vir na forma de relaxamento físico, alívio de tensão, aumento da autoestima e da apreciação pelo próprio corpo, conforto emocional, ligação e vínculo com o parceiro ou parceira e tudo o mais que se sentir inteira e em contato com seu corpo e seu prazer podem trazer.

Além disso, as contrações do orgasmo mantém a musculatura da região pélvica em atividade e em bom estado de tônus, ou seja, fortes e resistentes o que ajuda a prevenir incontinência urinária, manter os órgãos internos bem sustentados e, na menopausa mantém a estrutura da vagina mais resistente o que aumenta a lubrificação.

Se você for mulher, fica a dica:

Para ter um, dois ou mais orgasmos é preciso conhecer bem o seu corpo.

Tudo fica mais fácil se você começar sozinha, durante uma masturbação, experimentando as técnicas que mais funcionam para você e depois compartilhar a informação com seu(sua) parceiro(a).

Muitas vezes a pressão por agradar gera ansiedade e isto acaba atrapalhando a excitação e o prazer.

Lembre-se que toda mulher pode ter orgasmos múltiplos se o corpo estiver saudável, mas que tudo depende de auto-conhecimento, relaxamento e treino.

Experimente sem se cobrar e eu tenho certeza que toda a experiência será muito prazerosa.

Avalie esse post

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas(8 avaliações, média: 4,63 de 5)
Loading...
Show Full Content
Gabriela Pavani Daltro
Gabriela Pavani Daltro

Psicóloga pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP). CRP 06/86668. Extensão em Psicogerontologia (Terceira Idade) pela PUC-SP. Especialista em Sexualidade Humana pela Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo(FMUSP). Terapeuta de Casal pelo Ciclo-Ceap SP. Especializanda em Neuropsicologia clínica pela USP-SP. Extensão em "Desfechos Negativos Associados ao Comportamento Sexual (Compulsão sexual, ISTs/AIDS, violência sexual) pelo Ambulatório de Impulso Sexual Excessivo do HC-FM-USP. Capacitação em Intimidade e Sexualidade do Casal pelo Relational Life Institute - Estados Unidos. Autora dos Livros Digitais: Prazer na Intimidade - Guia para Mulheres e Como ter Orgasmos Sempre. Membro da Sociedade Brasileira de Estudos em Sexualidade Humana - SBRASH.

Comentários

Desejo Sexual

Disfunção Erétil

Dor na relação Sexual

Ejaculação Precoce

Libere Seu Poder

Orgasmo Feminino

Temas Gerais

Close

PRÓXIMO POST

Fechar

Não gosto dos meninos (Completo HD)

21 de julho de 2015
Close