Um número significativo de pais, educadores e áreas afins acreditam que Educação Sexual é sentar para assistir um filme, dar uma aula sobre anatomia dos órgãos genitais ou fazer discurso sobre os “perigos do sexo”.

Puro engano, porque crianças são educadas sexualmente a partir do instante em que vêm ao mundo, através de todas as ações que presenciam, mesmo que mãe e pai possam não ter a consciência disto.

Como somos tocados, acariciados, como falam com a gente, como nos tratam e nos amam, entre outros atos, aí começa a nossa construção da Sexualidade.

São também vivências como estas que proporcionarão para a criança uma visão da sua própria sexualidade e da sexualidade dos outros.

Leia também:

O que se percebe é que referindo-se a este tema muitos pais não o tratam naturalmente, desviando o assunto, quando deveriam ser estes os primeiros a discuti-lo.

Advertir somente sobre métodos anticoncepcionais, desvios e doenças, gravidez, DST´s, os chamados “perigos” do sexo não ajuda ninguém, pelo contrário, transmite medo, ansiedade, inclusive culpa.

Também não é necessário que se tire um dia na semana ou no mês com o tema, “Vamos agora falar de sexo”, pode-se utilizar uma cena na televisão, um evento na família, um acontecimento entre pessoas na rua, para falar naturalmente do tema Sexo.

Sexo precisa ser tratado como outro assunto qualquer. Sexo precisa ser visto com o mesmo valor dado a qualquer outro assunto da vida.

Quantas vezes pais pensam em conversar sobre atração, namoro, excitação, orgasmo, paixão ou amor com seus filhos?

A proposta é tratar a Sexualidade de forma sadia e digna. É mais fácil cuidarmos daquilo que admiramos.

É mais fácil cuidar de um corpo onde percebemos a beleza, o encanto e os prazeres que ele proporciona. Assustar com possibilidade de doenças não é o caminho.

É preciso que se rompa esta sequência de associação de Sexo com problema, associação de Sexo com algo proibido.

Que tal levar a estas crianças informações e vivências prazerosas, para que estas possam passar aos seus futuros filhos uma imagem sadia e bela de algo que nos pertence e que sem medida influencia toda a nossa vida?

Avalie esse post

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas(3 avaliações, média: 3,67 de 5)
Loading...
Show Full Content

Sobre o Autor Ver Posts

Marlon Mattedi
Marlon Mattedi

Psicólogo. CRP 12/03841. Terapeuta Sexual. Pós-graduado em Terapia Sexual pelo Instituto Brasileiro de Sexologia e Medicina Psicossomática de São Paulo (ISEXP/SP) e pela Faculdade de Medicina do ABC-São Paulo/SP. Especialista em Sexualidade pela Sociedade Brasileira de Estudos em Sexualidade Humana (SBRASH). Especialista em Orientação, Terapia Sexual e de Casal pela Fundação SEXPOL de Madrid-Espanha - Instituto vinculado a Sociedade Européia (FES) e a Associação Mundial para a Saúde Sexual (WAS). Secretário Geral da Sociedade Brasileira de Estudos em Sexualidade Humana (SBRASH) Gestão 2016-2017 e co-fundador do Portal Sexosemduvida.com.

Comentários

Controle sua Ejaculação

Desejo Sexual

Disfunção Erétil

Dor no Sexo

Libere Seu Poder

Orgasmo Feminino

Temas Gerais

Close

PRÓXIMO POST

Fechar

Dicas de uma Sexóloga: Como apimentar o sexo?

4 de julho de 2016
Close