Se você tem intenção de deixar seu casamento ativo sexualmente, preste atenção: Deixamos aqui 8 inimigos do sexo no casamento e também possível solução na prática, para você aumentar a qualidade já a partir de hoje.

Não necessariamente você precisa de amor para o sexo, mas com certeza você vai precisar do sexo para o amor.

Bóra? Pegue um café, suco ou chá e chame a outra pessoa para ler também.

Leia também:

1) Excesso de tarefas e falta de tempo um com o outro.

O PROBLEMA: Excessos , excessos e mais excessos.

Quem vive cheio de coisas pra fazer, não descansa nunca, e vive sempre com mil e uma tarefas pendentes, não vai ter tempo para intimidade do casal.

É casa, é trabalho, é academia, é escola, é eventos sociais. Onde isso geralmente vai respingar?

Na relação, pois se você está abarrotada(o) de tarefas, e se gasta toda a energia nelas, dificilmente vai ter cabeça para o sexo.

“Quando você tira tempo para estar junto com quem você gosta?”

Excesso de tarefas prejudica o sexo no casamento

SUGESTÃO PARA VOCÊS: Se a questão está aí no excesso de atividades, então que tal rever o que você pode reduzir, e recolocar o relacionamento como uma das prioridades.

É uma plantinha que precisa de cuidado, manutenção, se não essa planta adoece e morre.

Essa foi forte né?

Pois então estipule AGORA quanto tempo de qualidade você pode destinar com a pessoa que você gosta.

Pode até anotar na agenda esse compromisso : “momento de qualidade com meu amor” 😉

2) Falta de criatividade e inovação

O PROBLEMA: Com o tempo o que acontece? A rotina vai chegando, vocês fazem sempre as mesmas coisas, inclusive no sexo, os mesmos estímulos, as mesmas posições, as mesmas preliminares, o mesmo estilo.

É natural isso acontecer, pois o nosso cérebro uma vez que entendeu qual o caminho mais fácil do prazer, tem a tendência de querer repetir sempre o mesmo caminho, porém, não é assim que funciona com o desejo.

Quer manter o desejo? O desejo precisa de inovação, de criatividade, do imprevisível.

“Porque a ROTINA mata o SEXO.”

SUGESTÃO PARA VOCÊS: Na próxima vez que fizerem sexo, combinem de mudar algumas coisas.

Por onde quiserem começar…

  • Posições diferentes?
  • Local que ainda não estiveram?
  • Que tal um sexo explorando o corpo inteiro?
  • Que tal uma massagem com óleo, creme, ou o que vocês gostam?

Bom, várias ideias para um (re)começo.

PUBLICIDADE

O que você gostaria de aprender?

Selecione a opção abaixo e receba a nossa orientação por e-mail

3) Falta de comunicação

O PROBLEMA: Eu sei, a gente não aprendeu a falar como se sente, em praticamente todas as nossas relações, e fica parecendo que falar a verdade sobre o que nos incomoda, o que não está bom, pode tornar as coisas ainda mais complicadas.

É fato que existem verdades doloridas, mas acredite em mim: a comunicação é que vai possibilitar a vocês lidarem com os conflitos e resolvê-los.

Todo relacionamento não nasce prontinho, precisa ser moldado e reconstruído sempre que precisar, e a base disso é a comunicação.

Não existe sexo de qualidade sem comunicação do que gostamos, do que sentimos, do que queremos.

“Se você não diz, não tem como o outro saber.”

Casal com falta de criatividade

SUGESTÃO PARA VOCÊS: Anotem essas perguntas e sentem para respondê-las:

  • O que você mais gosta hoje na nossa relação como um todo?
  • E o que mais gosta no nosso sexo?
  • O que você mudaria hoje na nossa relação e também no sexo?
  • Como eu posso demonstrar quando sinto desejo por você? (palavras, mensagens, imagens, gestos, presentes, etc).

Podem responder em voz alta, conversem a respeito. No começo pode ser mais difícil, ou estranho, tudo é questão de treino.

Leia também: Como comunicar ao homem como você gosta de ser tocada

4) Falta de individualidade

O PROBLEMA: Aham, talvez você ame ficar sempre grudadinha, grudadinho… faz bem.

Mas mesmo que esteja tudo bem, não esqueça de criar um tempo para si, para viver seus momentos de individualidade e se renovem.

Sentir a falta do outro também pode ser ótimo, e também para você se nutrir de outras coisas boas no seu aspecto pessoal.

“Para amar, a pessoa não precisa se apagar”, já disse Esther Perel.

SUGESTÃO PARA VOCÊS: Estipulem uma frequência (diária, semanal, quinzenal ou mensal, etc) e também a quantidade de tempo cronológico que cada um terá um tempo para si, para fazer o que quiser, seja sair com amigos(as), ou um tempo só, mas sem ser no papel de marido/esposa ou pai/mãe.

Quando se tem filhos, aí será necessário contar com alguma rede de apoio, sejam avós, babás, ou quem for de sua confiança.

Esse momento é extremamente importante.

Leia também: 7 dicas para viver o Amor Livre sem neura

5) Falta de autoconhecimento

O PROBLEMA: Problema é você estar desconectada(o) de você, do que quer na sua vida, do que te faz bem, do que não é bom para você, do que está acontecendo com você, tanto no seu emocional quanto no seu físico.

Não saber sobre você, não se conhecer faz com que você passe a viver a partir do que os outros esperam de você, do que querem para você, e cada vez vai se distanciando mais da sua essência.

Você não sabe mais se expressar, pedir o que precisa, mas ao mesmo tempo se sente frustrada(o), confusa(o), projeta/joga tudo no(a) parceiro(a) e daí as coisas vão indo ladeira abaixo, sinto muito.

Falta de autoconhecimento atrapalha o sexo no casamento

SUGESTÃO PARA VOCÊS: Expresse o que gosta, expresse o que tem vontade. Diga como quer e o que prefere. Tudo isso inclusive no sexo. Conte seus desejos, porque a outra pessoa não vai adivinhar.

Se não conseguir sozinha ou se ainda não sabe o que gosta: Terapia sexual. Para você se reconectar urgente e entender melhor como você funciona.

Leia também: Como funciona a Terapia Sexual

Se já está neste processo de se conhecer, exercite todos os dias se perceber mais e se perguntar, o que você está precisando na sua relação? (mais afeto, carinho, desejo, fantasia, etc?)

Quais fatores estão influenciando seu desejo? São emocionais, ou físicos?

6) Falta de conexão

O PROBLEMA: Falta de intimidade.

Sabe o que é isso?

Você viver no automático, não parar para prestar atenção na sua intimidade e conexão com a outra pessoa.

Menos conexão virtual e mais conexão pessoal, mais presença pessoal. Aqui e agora, no presente.

SUGESTÃO PARA VOCÊS: Uma vez na semana, no mês, pelo menos, encontrem um tempinho de ao menos 20 minutos ou mais se quiserem, somente para se conectarem, para ouvirem um ao outro com atenção, sem celular por perto, nem nada que distraia vocês.

Fiquem ao menos uns 10 minutos se olhando com muita presença, se tocando com amor, sem intenção erótica, e sim carinhosa.

7) Excesso de ciúmes, cobranças, conflitos, negatividade

O PROBLEMA: Nem preciso dizer muito, o título em si já nos mostra, sempre que tem excesso de ciúmes, cobranças, conflitos e negatividade, não demora para as coisas não irem bem e tudo isso afetar o sexo.

A questão não é que os conflitos não possam existir, mas de qual maneira vocês vão lidar com eles.

A maioria dos casais, não aprende uma forma de se comunicar eficiente e acaba só brigando e não chegando em lugar algum, sem solucionar a questão e isso se torna um emaranhado.

Cobrança e discussões prejudicam o sexo no casamento

SUGESTÃO PARA VOCÊS: Combinem o compromisso de prestarem mais atenção em si e no outro.

Quando estiverem indo nessa direção ruim, existindo ciúmes, cobranças, conflitos… respirem fundo e conversem: “Ei, não me sinto bem com isso que está acontecendo, como vamos resolver esta questão?”

Conversem no momento que ambos estão calmos, dispostos a chegar numa solução.

Falem principalmente de como se sentem. Essa é uma técnica de comunicação não violenta, muito poderosa.

Leia também: Ciúmes: Normal, moderado ou patológico? Saiba como agir

8) Dificuldade em agir, ou seja, procrastinar

O PROBLEMA: Não adianta deixar essa parte para ler depois, viu?

Sim, essa é a questão com quem tem dificuldade para ação, sempre deixa para depois, procrastina.

E as melhorias na relação vão também ficando para depois. E o sexo de qualidade? Para depois.

Uma das grandes dificuldades para quem procrastina é a organização.

Se você deixar estipulado o que vai fazer, quando, como… fica muito mais fácil de executar. 

SUGESTÃO PARA VOCÊS: Ação! Comece agora a organizar as tarefas anteriores, quando, onde e como.

De preferência, estipule ao menos 1(uma) mini ação por dia (só uma pra começar), nada de ser exigente e já querer abraçar o mundo, viu.

Chega de auto sabotagem. Decida e comece.

E aí, gostou da lista e das sugestões? Todas tem uma relação entre si, não é? Comente e compartilhe pra ajudar esse material chegar para o mundo.

Leia também:

Avalie esse post

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas(4 avaliações, média: 5,00 de 5)
Loading...
Show Full Content
Aline Cristina de Moraes

Psicóloga pela Uniasselvi - Faculdade Metropolitana de Blumenau (Fameblu). CRP 12/14188. Professora, Especialista em Psicologia Clínica pelo Instituto Granzotto de Psicologia, Formação em Adoecimento Somático. Pós-graduanda em Sexualidade Humana pela FAVENI. Co-autora de livro e idealizadora da página "O Prazer é nosso", realizando workshops e palestras sobre o tema.

Comentários

Desejo Sexual

Disfunção Erétil

Dor na relação Sexual

Ejaculação Precoce

Orgasmo Feminino

Seja poderosa

Temas Gerais

Close

PRÓXIMO POST

Fechar

Existe remédio para ejaculação precoce? Sexólogo explica

Close