Você já se perguntou qual a diferença entre orgasmo vaginal e orgasmo clitoriano? Qual deles é o melhor?

Se isto era a sua dúvida até hoje, mude.

Esqueça o termo orgasmo vaginal ou orgasmo clitoriano.

Leia também:

Não existe orgasmo vaginal, nem existe orgasmo clitoriano.

Orgasmo é orgasmo e acontece no cérebro, independente de onde entra o estímulo.

Você pode receber estímulos na boca, nas mãos, nos coxas, nos peitos e tudo isto é capaz de provocar, junto com os seus pensamentos, um orgasmo no mesmo instante. Pode ter a certeza disto.

Se houvesse orgasmo vaginal e orgasmo clitoriano, assim também teríamos que ter orgasmo bocal, orgasmo de coxa, orgasmos peitoral.

E estes nomes não existem. Portanto não existe orgasmo vaginal como não existe orgasmo clitoriano.

Você já soube de pessoas que tiveram orgasmo sonhando, sem se quer tocar os genitais? Pois é isto acontece, e este orgasmo então, seria chamado como?

Mais uma vez, não existe 2 nomes de orgasmo, orgasmo é orgasmo.

Olá! Eu sou o Dr. Bot, um assistente virtual e estou aqui para ajudar a esclarecer suas principais dúvidas!

De maneira anônima, converse com nosso robô que já ajudou milhares de pessoas a melhorar o sexo.

Qual das opções quer saber mais?

Então todas as vezes que alguém quiser lhe explicar a diferença entre orgasmo vaginal e clitoriano, explique a esta mesma pessoa que não há diferença. Que orgasmo é orgasmo independente de onde entra o estímulo.

O que percebemos é que mulheres quando estimuladas no clitóris, tem maior facilidade de chegar a um orgasmo justamente porque no clitóris estão agrupados milhares de receptores aos estímulos.

No clitóris existe uma maior sensibilidade, muito mais que na parte interna da vagina. Aliás de cada 10 mulheres, 8 não alcançam orgasmo se forem estimuladas somente na vagina, seja com o pênis ou alguma outra coisa.

De qualquer forma leve com você:

O corpo inteiro é um parque de diversão, o corpo inteiro pode gerar estímulo, e estímulos capazes de, junto com os pensamentos, levar você a um orgasmo ou mais orgasmos.

Procure não ficar pensando se é mais fácil, ou é melhor, ter um orgasmo vaginal ou clitoriano. Procure ter orgasmos, independente de onde for o estímulo.

Importante é ter satisfação, prazer, sentir-se melhor em cada relação que fizer. Sair inteira de prazer, com orgasmos, quantos você quiser vivenciar na sua vida. Não existem 2 nomes de orgasmo.

Orgasmo é orgasmo. Aproveite.

Leia também:

Avalie esse post

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas(5 avaliações, média: 5,00 de 5)
Loading...
Show Full Content
Marlon Mattedi
Marlon Mattedi

Psicólogo. CRP 12/03841. Terapeuta Sexual. Pós-graduado em Terapia Sexual pelo Instituto Brasileiro de Sexologia e Medicina Psicossomática de São Paulo (ISEXP/SP) e pela Faculdade de Medicina do ABC-São Paulo/SP. Especialista em Sexualidade pela Sociedade Brasileira de Estudos em Sexualidade Humana (SBRASH). Especialista em Orientação, Terapia Sexual e de Casal pela Fundação SEXPOL de Madrid-Espanha - Instituto vinculado a Sociedade Européia (FES) e a Associação Mundial para a Saúde Sexual (WAS). Secretário Geral da Sociedade Brasileira de Estudos em Sexualidade Humana (SBRASH) Gestão 2016-2017 e co-fundador do Portal Sexosemduvida.com.

Comentários

Desejo Sexual

Disfunção Erétil

Dor na relação Sexual

Ejaculação Precoce

Libere Seu Poder

Orgasmo Feminino

Temas Gerais

Close

PRÓXIMO POST

Fechar

Por quê os homens desejam Sexo Anal?

22 de julho de 2014
Close