Violência Sexual constitui agressão Psicológica à vítima. Observações têm apontado que quando a mesma é uma criança prejuízos são ainda maiores.

Podemos dividir, ainda que de forma simples, consequências a curto e longo prazo.

A curto prazo sabe-se que tal evento pode provocar dificuldade no desenvolvimento sexual, nas relações interpessoais e afetivas da vítima com o entorno.

Olá! Eu sou o Dr. Bot, um assistente virtual e estou aqui para ajudar a esclarecer suas principais dúvidas!

De maneira anônima, converse com nosso robô que já ajudou milhares de pessoas a melhorar o sexo.

Qual das opções quer saber mais?

Algumas vítimas, como reação emocional a violência, podem apresentar agressividade ou passividade frente a situações sociais ou individuais.

Dificuldade de lidar com autoridade, silêncio em situações com necessidade de pronunciamento, hostilidade, agressividade às vezes contra si e depressão são situações possíveis de serem observadas.

Dificuldade nas atividades escolares quando refere-se a concentração e algumas habilidades cognitivas. Comportamento de isolamento, Transtorno de Hiperatividade e Déficit Atenção, surgem em alguns casos.

Pensamentos e lembranças são recorrentes referentes ao ato sofrido, medo, ansiedade e Transtornos de Estresse Pós-traumático podem surgir após uma violência sexual sofrida.

Como reação percebe-se alterações no sono, na alimentação, com alguns casos ocorrendo alterações no modo de se vestir, promovendo um modo de ser que atraia a total atenção para si ou, na maioria das vezes, gerando um corpo que procura não atrair a atenção, com isso aumentando o peso, utilizando-se de determinadas roupas, e às vezes alterando as formas corporais.

Distúrbios na sexualidade tanto na fase infantil quanto adulta podem ser observados. Para uma parcela, relatos envolvem risco de suicídio.

Podem estar presentes também alterações na confiança em estabelecer vínculos sociais até fobia social.

Vale ressaltar que para cada indivíduo faz-se necessário observar as consequências individualmente porque além de consequências genéricas, cada caso é único, portanto podendo ter reações também únicas.

Sendo assim coloco-me a disposição para qualquer maior esclarecimento.

Leia também:

Avalie esse post

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (Nenhuma Avaliação Ainda)
Loading...
Show Full Content
Marlon Mattedi
Marlon Mattedi

Psicólogo. CRP 12/03841. Terapeuta Sexual. Pós-graduado em Terapia Sexual pelo Instituto Brasileiro de Sexologia e Medicina Psicossomática de São Paulo (ISEXP/SP) e pela Faculdade de Medicina do ABC-São Paulo/SP. Especialista em Sexualidade pela Sociedade Brasileira de Estudos em Sexualidade Humana (SBRASH). Especialista em Orientação, Terapia Sexual e de Casal pela Fundação SEXPOL de Madrid-Espanha - Instituto vinculado a Sociedade Européia (FES) e a Associação Mundial para a Saúde Sexual (WAS). Secretário Geral da Sociedade Brasileira de Estudos em Sexualidade Humana (SBRASH) Gestão 2016-2017 e co-fundador do Portal Sexosemduvida.com.

Comentários

Desejo Sexual

Disfunção Erétil

Dor na relação Sexual

Ejaculação Precoce

Libere Seu Poder

Orgasmo Feminino

Temas Gerais

Close

PRÓXIMO POST

Fechar

Falta de desejo pelo marido? Essas dicas podem te ajudar

Close