A Ejaculação Precoce já é hoje absolutamente tratável.

Por falta de informação muitos homens passam meses e até anos convivendo com um problema que tem, na maioria absoluta das vezes, uma causa psicológica, a qual pode ser tratada e o problema eliminado.

Agora você vai entender melhor este problema sexual e saber qual é a forma de tratamento que realmente elimina este problema da sua vida.

Leia também:

A origem da Ejaculação Precoce

Na natureza a maioria dos animais, machos, que ejaculam para reproduzir têm tendência a ejacular no mais curto tempo possível, pois eles não podem ficar vulneráveis a predadores e precisam fecundar a fêmea.

Portanto a sua vontade de ejacular rapidamente é normal. Você não está doente. Assim inúmeros machos na natureza funcionam e os humanos também.

tempo-ejaculacao

Todo homem, por natureza, tem a tendência a ejacular rápido.

No entanto, o que nós humanos aprendemos, foi fazer sexo muito mais para o prazer do que para a reprodução, e percebemos que se 1 minuto de prazer é bom, 2 é melhor, 3 é mais ainda e assim por diante.

Por isto, por querer mais prazer é que queremos passar mais tempo sem ejacular e isto faz com que nos incomodemos com a rapidez dela, porque queremos mais.

E como o que vale é a satisfação, se não houver satisfação começa a existir um problema.

Qual tempo é considerado Ejaculação Precoce?

Houve um tempo em que a Ejaculação Precoce era medida por número de penetrações feitas sem ocorrer a ejaculação, ou seja, era medida em número.

Outro momento já foi considerado o fator tempo, independente de quantas penetrações ocorria, era verificado quantos minutos um homem aguentava para saber se ele estava ou não ejaculando precocemente.

Hoje se desconsidera tudo isto, mas sabe-se que o fator primeiramente considerado é a satisfação encontrada no sexo.

Não importa quantas penetrações, ou quanto tempo, o importante é a satisfação.

E isto depende também de quem estiver com você.

Por exemplo: Se você ejacula em 5 minutos e a sua parceira demora 15 minutos para alcançar o orgasmo, para ela você é um Ejaculador Rápido.

Agora, se você ejacula nos mesmos 5 minutos e sua parceira chega em 3 minutos ao orgasmo, para esta, você não é um ejaculador rápido.

Ou seja, com 5 minutos em uma situação você é, e outra não é. Por isto que tempo ou número de penetrações não importam, o que importa é a sua satisfação.

Se você chegou até aqui é bem provável que não esteja completamente satisfeito com a sua ejaculação.

Qualquer profissional que avaliar você somente pelo tempo ou número de penetrações que você consegue ter, ele já está desatualizado.

O que causa a Ejaculação Precoce?

Alguns fatores potencializam a velocidade na ejaculação.

1º Ansiedade

Campeão na influência é a Ansiedade. A ansiedade fora do sexo e durante ele induz a que a maioria dos homens ejaculem antes do desejado.

A ansiedade, como emoção, libera uma quantidade de adrenalina na corrente sanguínea que acaba acelerando algumas funções no organismo.

A Adrenalina dilata a pupila, acelera batimentos cardíacos, provoca sudorese(suor), induz a vontade de urinar e até de evacuar, altera a temperatura do corpo e na questão da ejaculação acelera a velocidade, ou em menor número, dificulta de vez o alcance.

2º Stress, Medo

Stress, cobrança por desempenho ou medo da falha também implicam na aceleração da ejaculação, porque novamente estes fatores liberam adrenalina e também inúmeros outros hormônios prejudiciais à sexualidade.

3º Aprendizagem

Quando adolescentes as masturbações ao serem realizadas rapidamente, com o intuito de se chegar única e exclusivamente ao orgasmo, condicionam(ensinam) o organismo a ejacular rapidamente e uma vez incentivado a isto, temos a tendência a repetir a velocidade mesmo não querendo, para os anos seguintes.

Frequentemente adolescentes masturbam-se rapidamente para não ser encontrados nestes momentos por outras pessoas da casa ou do seu convívio e aceleram o processo, encurtando o tempo. O que ocorre? Condicionamento do comportamento, e o cérebro aprende a ejacular mais rápido que o desejado.

Olá! Eu sou o Dr. Bot, um assistente virtual e estou aqui para ajudar a esclarecer suas principais dúvidas!

De maneira anônima, converse com nosso robô que já ajudou milhares de pessoas a melhorar o sexo.

Qual das opções quer saber mais?

4º Drogas

Uso de determinadas drogas estimulantes ou perturbadoras do Sistema Nervoso Central (SNC), entre elas cocaína, ecstasy, nicotinas, cafeínas e outras.

5º Idealização

Colocar a companhia com quem se vai viver o sexo como a conquista da vida, considerando que não pode errar no sexo, por esta representar muito na sua vida.

6º Foco no Pênis

Por último e não menos importante, o foco no pênis. Sempre que a atenção for única e exclusiva nos órgãos genitais estaremos induzindo a velocidade para a ejaculação.

Qual o tempo ideal para ejacular?

Não existe tempo ideal para ocorrer a Ejaculação.

Quando uma mulher está bem estimulada, ela pode alcançar um orgasmo ou mais sem se quer você tê-la tocado genitalmente.

É possível ejacular em 5 minutos e ficar satisfeito, e é também possível ejacular nos mesmos 5 minutos e não estar satisfeito.

Você sabia que a grande maioria das mulheres após alguns minutos de intensa penetração perdem a excitação, ou seja, passam a sentir menos prazer, e normalmente não nos falam?

Como tratar ejaculação precoce

Uma quantidade significativa de mulheres após 12, 15 minutos de penetração constante já relatam diminuição da lubrificação, o que significa que após esse tempo é preciso tirar o pênis e partir para outros estímulos.

Frequentemente achamos que quanto maior o tempo, maior o desempenho e isto não é uma verdade.

Quanto maior o prazer, melhor o desempenho, isto sim. E isso eu explico melhor no meu livro Como Provocar Orgasmos Femininos.

Então sempre que buscar melhorar o sexo, não meça por tempo e sim por satisfação sua e de quem estiver com você.

Tempo por tempo, somente para ficar mais tempo, pode ser um grande equívoco.

Por que os remédios não funcionam?

É comum relatos de homens que vão ao médico, em Urologistas, Psiquiatras, ou até clínicos gerais e recebem destes a indicação de antidepressivos para o combate da Ejaculação precoce.

Afirmo, não existe remédio no mundo criado e que combata definitivamente a ejaculação precoce. Não existe.

Todo e qualquer medicamento que for dado a você está sendo dado, porque não se tem outro, ou não se sabe o que receitar, então se receitam antidepressivos.

Olá! Eu sou o Dr. Bot, um assistente virtual e estou aqui para ajudar a esclarecer suas principais dúvidas!

De maneira anônima, converse com nosso robô que já ajudou milhares de pessoas a melhorar o sexo.

Qual das opções quer saber mais?

A função dos antidepressivos é atuarem como inibidores seletivos de recaptação da serotonina, e eles têm por objetivo aumentar a quantidade de serotonina disponível no cérebro.

O que se espera é que ele seja eficaz para baixar o nível de ansiedade e aprender a controlar a ejaculação.

Mas o que não lhe falam é que basta você parar de tomar o antidepressivo que a Ejaculação Rápida volta muito provavelmente e sem provocar a satisfação que se esperava com o medicamento.

A indústria farmacêutica está tentando criar remédios para diminuir a ansiedade apenas na hora do sexo, porém, é mais uma forma de camuflar o problema e manter você refém da química.

Ao tomar remédios se alteram substâncias químicas, que ao parar de tomá-los você frequentemente volta ao estado anterior.

Ou seja, os medicamentos para o controle da ejaculação encontrados na atualidade não funcionam.

Por exemplo, você toma um antidepressivo quando não está depressivo? Algo de errado existe aí.

Ejaculação Precoce como solucionar

Qualquer trabalho cientifico ou qualquer apresentação em congresso mundial de estudos do sexo que defender os tratamentos para a Ejaculação Precoce e não citar a Terapia Sexual (Terapia realizada com técnicas especificas e por Psicólogos Especialistas em Sexualidade) não passa nem na banca de aprovação.

Resumindo, a solução está na Terapia Sexual.

Qual é a forma de tratamento eficaz?

As formas de tratamento mais eficazes são as que utilizam Psicoterapia.

As técnicas cirúrgicas, médicas ou outra forma de interferência no pênis são condenadas inclusive pela Sociedade Brasileira de Estudos em Sexualidade Humana e diversas sociedades de medicina e sexologia.

A forma aprovada para o tratamento da Ejaculação é a Terapia sexual. Onde você aprende a controlar, através de alguns exercícios a Ejaculação e mais, aprende a provocar uma ereção ou desligar uma ereção quando desejar, coisas que nunca nos ensinaram.

Se a Ejaculação precoce for o seu caso, não se preocupe, com técnicas específicas se aprende a ejacular com mais calma, sem ansiedade, consequentemente aumentando o tempo, mas aumentando, sobretudo a satisfação na hora do sexo.

Ejaculação se aprende a controlar.

Faça terapia com profissionais especialistas em tratamento de problemas no sexo e você controlará a sua ejaculação.

O que NÃO FAZER (Métodos que não funcionam)

Abaixo citamos algumas técnicas não efetivas divulgadas na internet:

Método “Parar e recomeçar”: não é indicado.

Indicam aos homens para que estimulem o pênis e parem ao se aproximar do pico máximo de excitação (técnica de estímulo e parada durante a masturbação).

O cérebro vai ficar treinado em começar e parar, exatamente assim ocorrerá no sexo.

Portanto no sexo, quando você começar a estimular vai ter que parar. Esta técnica resulta em paradas constantes na hora do sexo.

É preciso aprender a não deixar a excitação subir tanto, e não parar cada vez que ela alcança o pico máximo, e isto se aprende em terapia, não com técnicas desta forma.

Mudança de foco: não é indicado.

Indicam também mudar o pensamento para cenas desestimulantes ou não excitantes.

Porque isto não funciona?

Porque induz a uma Disfunção erétil. Além de não controlar adequadamente uma ejaculação direciona para que situações de Impotência comecem a ocorrer. Cuidado com esta técnica.

O bom do sexo é poder pensar no momento o quanto quiser e ainda curtir o instante, exatamente assim, o contrário desta técnica.

Géis e Pomadas: não é indicado.

Incentivo ao uso de géis e pomadas também é perigoso.

De que adianta estar anestesiado por pomadas e com diminuída percepção do estímulo se o gostoso do sexo é exatamente sentir o estímulo que ocorre?

Ao diminuir o estímulo do pênis estamos indo exatamente na contramão.

O interessante é poder sentir o toque, os estímulos todos e ainda assim poder controlar a ejaculação. Esta é outra técnica ensinada que não agrega qualidade ao sexo.

Anel Peniano: não é indicado sob hipótese alguma.

Primeiro: Anel peniano não funciona para controle da Ejaculação.

Segundo: Compromete a irrigação de sangue no pênis.

O anel peniano tem a função de regular, através de compressão/estrangulamento o fluxo sanguíneo no pênis, impedindo a natural irrigação que o pênis necessita ao estar em ereção.

A ejaculação não é controlada pelo anel peniano porque não tem a ver com a irrigação de sangue no pênis, tem a ver com a expulsão do sêmen.

Não é com objetos, nem anéis, que se controla a ejaculação.

Anel peniano, assim como bombas a vácuo ou outros produtos vendidos, não são indicados já que trazem problemas à vascularização do pênis, e caso isto ocorra podem gerar futuramente uma Impotência Sexual, e/ou outros danos, pois comprometem a irrigação de sangue no órgão.

Com ou sem camisinha, evite ao máximo qualquer coisa que cause compressão/estrangulamento ao pênis imaginando que vá controlar a ejaculação.

Referências:

  1. Sociedade Brasileira de Estudos em Sexualidade Humana: http://sbrash.org.br/
  2. Mayo Clinic: https://www.mayoclinic.org/diseases-conditions/premature-ejaculation/symptoms-causes/syc-20354900

Avalie esse post

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas(13 avaliações, média: 4,46 de 5)
Loading...
Show Full Content
Marlon Mattedi
Marlon Mattedi

Psicólogo. CRP 12/03841. Terapeuta Sexual. Pós-graduado em Terapia Sexual pelo Instituto Brasileiro de Sexologia e Medicina Psicossomática de São Paulo (ISEXP/SP) e pela Faculdade de Medicina do ABC-São Paulo/SP. Especialista em Sexualidade pela Sociedade Brasileira de Estudos em Sexualidade Humana (SBRASH). Especialista em Orientação, Terapia Sexual e de Casal pela Fundação SEXPOL de Madrid-Espanha - Instituto vinculado a Sociedade Européia (FES) e a Associação Mundial para a Saúde Sexual (WAS). Secretário Geral da Sociedade Brasileira de Estudos em Sexualidade Humana (SBRASH) Gestão 2016-2017 e co-fundador do Portal Sexosemduvida.com.

Comentários

Desejo Sexual

Disfunção Erétil

Dor na relação Sexual

Ejaculação Precoce

Libere Seu Poder

Orgasmo Feminino

Temas Gerais

Close

PRÓXIMO POST

Fechar

Alimentos afrodisíacos

Close