Sexo Sem Dúvida

Podolatria: Entenda o fetiche por pés

Você sabe qual o país que mais idolatra os pés?

É isso mesmo, nossa pátria amada Brasil.

Idolatramos os pés como zona erógena e de diferentes formas. E essa idolatria tem nome: Podolatria.

Leia também:

Mas o que é a podolatria?

A podolatria é uma preferência sexual pertencente ao grupo de fetiches (gostos, desejos ou uma obsessão pelos pés).

Quem possui este fetiche é chamado de podólatra por:

Segundo pesquisas feitas pelo psicologo norte americano Justin Lehmiller do instituto Kinsey, em 80% dos casos é uma preferência dos homens desejar os pés de suas parcerias.

Este autor publicou um livro chamado “Tell me what you want”, que é uma pesquisa sobre desejos e fetiches das pessoas. O fetiche por pés é um deles e o mais comum.

Se você é um admirador de pés ou não, aproveite, que aqui vou te contar algumas outras curiosidades e as maneiras diferentes de desfrutar deste fetiche por pés.

Como identificar um Podólatra?

Observe alguns sinais frequentes que denunciam:

Podolatria é um fetiche mais comum do que você imagina

Os pés podem ser puro erotismo e ainda despertar muito desejo.

Fãs dos pés entendem esta parte do corpo como verdadeira fonte de prazer.

A atração intensa por pés é muito parecida com a atração intensa por bundas ou seios.

“Ver uma mulher com pés bonitos e salto alto pode ser equivalente a vê-la em uma lingerie, um decote com seios fartos ou roupa colada que deixa o bumbum destacado, por exemplo.”

Para muitos, desfrutar dos pés é imprescindível durante as preliminares.

Quer saber se você é Podólatra?

Observe o quanto você

Se você frequentemente observa pés descalços de pessoas andado ou fica vidrado com pés calçados e repara sempre nos pés das colegas.

Às vezes também é meio não consciente olhar para os pés das mulheres quando elas tiram ou põem os calçados.

Porém, se você passa horas nos perfis de Instagram analisando os pés nas fotos e, no sexo você gosta de fazer posições em que os pés da parceira ficam perto do seu rosto, ou até adora usá-los para masturbação, voce é um podólotra em potencial.

Mas não se preocupe. Aprenda sobre seu fetiche e as melhores maneiras de se divertir com ele.

De onde vem esse desejo por pés?

Talvez, a origem esteja na história das roupas ao longo dos séculos.

Se a gente pensar que as roupas de antigamente cobriam tudo, dá para imaginar a emoção quando as mulheres passaram a usar roupas que mostravam os pés (foi assim também com as pernas quando lançaram a minissaia).

Essa parte do corpo se tornava então um símbolo erótico.

Entretanto, a podolatria é mais antiga e está presente também em contos de fada.

Na história de Cinderela, o príncipe se encanta pela estranha que havia dançado com ele a noite toda e também se apaixona ao ver um sapato tão delicado deixado para trás.

Com o sapato em mãos, ele inicia uma busca pela sua amada, experimentando-o em todas as donzelas do reino até encontrar a dona dos pés delicados.

Cientificamente falando, existem outras explicações. Freud diria que o desejo por uma parte específica pode ser a substituição pela vontade do corpo todo.

Tipos de podolatria

Alguns preferem as solas dos pés, outros escolhem olhar dedos e unhas.

Para despertar excitação de alguns fetichistas já bastam pés descalços. Mesmo assim outros preferem que ainda estejam com:

E não são apenas pés bem cuidados os preferidos dos podólatras. Você sabia que existem aqueles que preferem

Sim, existe gosto para tudo e para todos.

Leia também: As 7 fantasias sexuais preferidas dos homens

Tipos de práticas com os pés

A podolatria muitas vezes pode ser desfrutada combinando com outros tipos de fetiche.

Quem curte algo a mais no sexo pode se divertir com os tipos que apresento a seguir:

1) Footjob

Conhecido por alguns como penheta, é quando uma pessoa recebe uma masturbação feita pelos pés de alguma outra pessoa, seja durante o sexo, nas preliminares ou em outros momentos.

2) Footjob Under Table

Uma prática de fetiche por pés de se fazer escondida, é a penheta debaixo da mesa, um clássico dos casais com tanto tesão que não aguentam esperar.

Aqui o estímulo com os pés acontece embaixo da mesa, inclusive se algumas pessoas estiverem por perto.

A mesa protege a visão do que está acontecendo e isto para alguns é estimulante.

3) Foot Domination

É uma forma de podolatria mais voltada para o lado do BDSM, no qual os pés são um instrumento de dominação e o podólatra se encontra em uma posição de submissão (ser pisoteado por exemplo). 

4) Feet Licking

É outra forma de demonstrar a obsessão pelo fetiche por pés, na qual o podólatra lambe os pés da parceira(o) por inteiro. 

5) Tickling Feet

São as cócegas nos pés. Um tipo de fetiche por pés bastante incomum.

A grande quantidade de terminações nervosas dos pés o faz um local para que role algo a mais na região que também é excitante.

Estímulos e incentivos para esse prazer

Muitos homens se satisfazem apenas olhando os pés de uma mulher, seja calçado ou descalço, porém, existem outras formas de explorar esse fetiche.

A regra mais importante para qualquer prática é: ambos os parceiros devem curtir o momento.

Algumas formas de incentivar quem tem esse desejo sexual:

Como a podolatria pode prejudicar sua relação

A podolatria só é saudável nas relações quando a prática for consentida.

Quando o culto aos pés é um dos elementos eróticos da relação, fazendo parte das preliminares, por exemplo, é considerado apenas um fetiche inofensivo.

Porém, se a pessoa só consegue se excitar ao ver ou tocar os pés, pode ter um desvio sexual.

Excitar-se publicamente ao ver os pés de um desconhecido também pode ser um desvio comportamental perigoso.

Em alguns casos, ficar limitado às práticas da podolatria, conseguir viver o sexo somente se usar os pés como estímulos, pode prejudicar a estimulação e satisfação por outras maneiras, e outras partes do corpo que também são interessantes e super estimulantes.

Em qualquer um destes casos, se sentir que o fetiche por pés está prejudicando sua relação, busque a orientação de um terapeuta sexual.

Como a podolatria pode beneficiar sua relação

Além do fator erótico, explorar sensualmente os pés pode ser uma forma de sair da rotina, ajudar o homem a conter a ansiedade do sexo e ter uma preliminar mais exótica.

Usar deste fetiche para apimentar a relação pode ser interessante até mesmo com massagens do tipo do-in (técnica de automassagem de origem oriental), já que os pés são uma parte do corpo com terminações nervosas que dão muito prazer.

Isso não só aumenta a libido como também cria uma intimidade maior no casal. 

Não sou podólatra, mas curto a ideia. Como faço?

Depois de conhecer tantas formas de fetiche por pés, é muito provável que você esteja pensando que também gosta dessa ideia de podolatria.

O interessante é que os pés podem proporcionar inúmeras formas de prazer para qualquer pessoa.

PUBLICIDADE

O que você gostaria de aprender?

Selecione a opção abaixo e receba a nossa orientação por e-mail

Para quem deseja experimentar esse fetiche, não existem muitos segredos, basta começar do básico:

São três dicas de ouro, desejando, comece por elas.

Se você seguiu os “passos” até aqui e bateu a vontade de entrar nessa “pisando” firme, use os pés e sua imaginação.

Esse é um bom caminho quando o assunto é sexo e podolatria. Qualquer dúvida estamos aqui para lhe ajudar.

Sair da versão mobile