Como perder a virgindade

Antes de tudo considere isto que eu te falo: é possível perder a virgindade sem ter dor, sem passar mal, e mais que isto, tendo prazer.

Uma das maiores dúvidas para jovens quando estão iniciando a vida sexual é como vai ser a primeira vez.

Nesta fase de início do sexo existem curiosidades e ao mesmo tempo receios, porque nos ensinaram a ter medo desse momento.

Dicas de como perder a virgindade

Perder a virgindade não significa sofrimento.

E eu incentivo vocês a perderem a virgindade sem dor. E para isto deixo aqui 10 dicas, que se você seguir eu lhe garanto que a dor pode ser muito pequena e talvez nem existir. E com isso a possibilidade de prazer.

Desde a primeira vez pode ser bom.

Siga, se puder, a maior parte que conseguir destas dicas.

1) Momento:

O momento para a primeira relação sexual é sempre você que deve decidir. Não deixe ninguém decidir por você, nem forçar nada que você não esteja a fim de viver.

Ninguém, além de você, saberá o melhor momento para isto ocorrer. Você precisa se sentir a vontade e pronta para o momento do sexo.

Essa sensação ela vai aparecendo na vida, em algum momento, e você vai perceber também. É como se um pensamento assim aparecesse, algo próximo disto: “Ah, agora eu acho que seria legal”.

2) Masturbação:

Garotas que se masturbam, que se estimulam e que conhecem as suas partes íntimas, tem a tendência de aproveitar mais e ter menos dor já na primeira transa.

Conhecer seu corpo, seu genital, é sempre bem-vindo. Nada melhor que ir para a primeira relação sexual sabendo exatamente como sua vagina, sua vulva é.

Toque sempre que puder, coloque o dedo, sinta como a musculatura da entrada da vagina abre e fecha, e perceba que tudo isto pode ficar relaxado no instante em que você escolher, inclusive lá na hora da primeira transa.

Leia também:

3) Ambiente:

Escolha um ambiente de preferência tranquilo, que vocês não sejam interrompidos, atrapalhados e muito menos que você tenha que fazer qualquer coisa com pressa.

Procure um ambiente seguro, onde se você quiser ficar mais tempo, que você possa ficar.

Muitas adolescentes tentam a primeira relação sexual atrás da boate, dentro do carro, nos fundos do local da festa, e isto não é legal, porque faz com que a transa tenha que ser rápida ou que possa ser interrompida. Nesses locais você vai estar em pé, ou as vezes numa posição não confortável.

Que tal se puder em um sofá, uma cama, ou um tapete? Tudo fica melhor não fica?

Em pé cansa, no carro falta espaço, atrás de uma festa alguém pode chegar.

O ideal é um ambiente que você saiba que estão sozinhos e podem curtir sem pressa, sem contar os minutos. Se não der para estar em um ambiente assim? Procure o mais próximo possível disto.

Local ideal para perder a virgindade

4) Medos e preocupações:

Se você estiver com medo ou qualquer tipo de ansiedade não precisa disfarçar. Fale para quem estiver com você vivendo naquele instante o que você está sentindo, e diga para ele ir com calma com você.

Velocidade, ansiedade ou medos neste momento não são bem-vindos. E se você falar que está assim, vocês podem ir com mais calma.

5) Relaxe:

Relaxe seu corpo e a sua mente.

Se estiver deitada, perceba se seu corpo está tenso, ou se está relaxado.

Se estiver tenso solte suas pernas, seus braços, deixe tudo mais solto, que isto vai soltar os músculos do seu corpo e inclusive os músculos da entrada da sua vagina automaticamente, e a penetração ocorrerá mais facilmente.

Algumas garotas tencionam até o maxilar, as pernas e tantas áreas, como é que a vagina vai ficar relaxada.

Tente relaxar o corpo que a vagina começa a relaxar também. Está tudo ligado.

Leia também: 3 exercícios para diminuir sua ansiedade

6) Respire:

Enquanto estiver sendo penetrada, respire. Parece engraçado eu falar isso, mas é bem verdade.

A maioria das pessoas para de respirar ou diminui muito a oxigenação quando vai ser penetrada, isto só dificulta ainda mais, porque o seu corpo sem oxigênio vai aumentar a adrenalina e a adrenalina vai tencionar os músculos.

Então lembre de respirar, que tudo fica mais fácil. O oxigênio vai ajudar os seus músculos a relaxarem, de todo o corpo.

7) Rompimento do hímen:

Rompimento é o termo que eu uso aqui para falar com você, mas que nem é o termo mais adequado.

Rompimento lembra algo agressivo, parece que algo se rompe e dá até medo, não dá? Mas não se preocupe, o hímen foi feito para justamente se abrir, é essa pelezinha ser transpassada.

Se ocorrer o rompimento do hímen não se preocupe, isto pode gerar algumas poucas gotas de sangue. Não é um sangramento eterno, como nos metem medo. Saiba que normalmente são poucas gotas.

O rompimento do hímen não molha o lençol todo como muitos insistem em assustar.

Também, quanto mais relaxada você estiver, menos gotas de sangue aparecerão.

Você pode levar até um lenço, um papel toalha que talvez você nem vá usar, mas se precisar enxugar as gotas tem na bolsa.

8) Camisinha:

Camisinha sempre.

Até na primeira transa é melhor ir protegida. Usando camisinha você fica protegida contra gravidez, contra qualquer tipo de doença e junto pode relaxar ainda mais porque assim você está segura.

A camisinha deixa os envolvidos sem preocupações a mais, e isto ajuda ainda mais na penetração.

Usar camisinha

9) Orgasmo:

Nem sempre você alcançará o orgasmo na primeira vez.

Nesta transa, normalmente na primeira vez, estamos mais preocupados que não doa do que alcançar pontos máximos de prazer.

Se alcançou orgasmo ok, mas se não alcançou não se preocupe, a primeira transa normalmente não é a mais gostosa da vida, vai ficando cada vez melhor depois.

Quando buscamos o prazer, com frequência ele é maior nas próximas, com a prática. Então não fique grilada em querer um orgasmo.

10) Se ficar doendo:

Como eu falei para você antes, quanto mais relaxada você estiver, menos dor vai ter. Se depois dessa primeira transa ficar doendo, será por poucos minutos.

Se doer muito você deve ter machucado, e se continuar as dores deve buscar ajuda de alguém, um profissional que pode avaliar. Mas normalmente, se tiver alguma dor ela é pequena e passa logo logo.

Se você seguir estas dicas eu garanto a você, a chance de ser um momento bom e gostoso já desde a primeira vez, é bem maior!

Meninas, perder a virgindade não dói

virgindade-dor

Faz tempo que ensinam as meninas que a primeira relação sexual é motivo de dor. Frases como: “A primeira vez dói”, “A primeira vez sangra”, “Você sentirá dor”, são comuns.

A mãe que fala pra filha, a tia que fala pra sobrinha, a professora que fala pra aluna e assim a educação erroneamente vai sendo passada.

Sabe-se que para poucas mulheres a dor estará presente, por um motivo físico, por uma qualidade do hímen ou alguma questão biológica. Mas isto é minoria absoluta, a pouquíssimas isto poderá ocorrer.

Sabem porque a maioria das mulheres relatam dor na primeira relação sexual? Por uma educação sem conhecimento algum sobre sexo, por orientações equivocadas que tiveram na vida, onde pessoas falam de sua experiência de dor e não falam com fundamentos da ciência.

Querem controlar o sexo feminino e colocam medo desde cedo nas meninas para manter este controle, e enquanto isto as meninas acreditam, e se tornam mulheres com medo da primeira relação sexual.

A primeira relação sexual não é motivo de dor. Será motivo de dor, sobretudo se a mulher for para a relação sexual achando que vai doer.

Lógico, achando que vai doer, doerá! Porque assim a ensinaram, com medo de sentir dor ela irá tencionar a musculatura e consequentemente irá contrair um dos músculos mais fortes que temos que contorna a vagina, mas não somente este, tencionará todo o corpo, vários músculos.

Ela e qualquer ser deste planeta, estando com medo tencionará o corpo.

Sexo não é motivo de dor, sexo não deveria ser motivo de sofrimento, nem na primeira nem a última relação sexual vivida.

Chega de ensinar às meninas que dói. Ensinem que no momento que elas forem adultas e forem ao sexo, se elas estiverem relaxadas tudo será facilitado, que se elas estiverem calmas e tranquilas o corpo receberá o sexo sem dor, sem sofrimento, e isto é o que precisa ser esclarecido.

Sexo é motivo de prazer!

Leia também:

Avalie esse post

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas(37 avaliações, média: 4,43 de 5)
Loading...
Show Full Content
Marlon Mattedi
Marlon Mattedi

Psicólogo. CRP 12/03841. Terapeuta Sexual. Pós-graduado em Terapia Sexual pelo Instituto Brasileiro de Sexologia e Medicina Psicossomática de São Paulo (ISEXP/SP) e pela Faculdade de Medicina do ABC-São Paulo/SP. Especialista em Sexualidade pela Sociedade Brasileira de Estudos em Sexualidade Humana (SBRASH). Especialista em Orientação, Terapia Sexual e de Casal pela Fundação SEXPOL de Madrid-Espanha - Instituto vinculado a Sociedade Européia (FES) e a Associação Mundial para a Saúde Sexual (WAS). Secretário Geral da Sociedade Brasileira de Estudos em Sexualidade Humana (SBRASH) Gestão 2016-2017 e co-fundador do Portal Sexosemduvida.com.

Comentários

Desejo Sexual

Disfunção Erétil

Dor na relação Sexual

Ejaculação Precoce

Libere Seu Poder

Orgasmo Feminino

Temas Gerais

Close

PRÓXIMO POST

Fechar

4 receitas fáceis usando alimentos afrodisíacos

5 de agosto de 2019
Close