Mas afinal, o que é hímen complacente?

Você já ouviu falar em hímen complacente? Sabe como identificar um? Já viu o seu hímen ou identificou alguém com hímen complacente?

Ter o tal do hímen complacente não significa que você tenha uma doença ou algum problema com a sua saúde. Ele pode dificultar sim o início da vida sexual e te deixar com muitas inseguranças, mas não é um bicho de sete cabeças.

Muitas mulheres têm dúvidas sobre o assunto então hoje vamos esclarecer elas para vocês!

O que é um hímen complacente?

O hímen complacente

O hímen complacente, na verdade, é aquele que não rompe quando a mulher tem relação sexual. Não há ruptura e nem sangramento.

No hímen complacente o tecido é mais elástico permitindo assim a penetração sem se romper.

Isso pode levar a mulher a sentir um pouco mais de dor ou desconforto durante a relação sexual e até mesmo problemas para sentir prazer e chegar ao orgasmo.

Leia também:

Como saber se meu hímen é complacente?

Em relação a como saber se você tem esse tipo de hímen ou ao que pode ser feito, o indicado mesmo é consultar uma ginecologista de sua confiança.

Se houver necessidade ela pode optar por fazer um pequeno procedimento cirúrgico ou correção com laser de CO2 fracionado.

Estes procedimentos são ambulatoriais e feitos com anestesia local. Mas na imensa maioria das vezes não é o caso no hímen complacente.

Ele só se torna um problema se ele causar dor, desconforto ou sangramento nas relações sexuais, o que é raro.

O que fazer

Geralmente as mulheres que tem o hímen complacente não sangram na primeira relação sexual, e podem vir a descobrir que possuem um hímen desse tipo na consulta ginecológica.

Uma ótima dica também é olhar a sua vagina por espelho! Não existe nada melhor que o autoconhecimento do nosso corpo!

E fazer o que então?

A mulher deve continuar com a vida sexual ativa para tentar romper o hímen.

O ideal é dialogar com a pessoa que estiver dividindo esse momento de intimidade com você, informando dessa situação, e fazer combinações de melhorar as preliminares, aumentando a excitação e fazendo a penetração ser o mais prazeroso e confortável.

O mesmo vale para a masturbação e uso de vibradores, o clima tem que estar favorável e você tem que estar excitada.

O uso de lubrificantes pode auxiliar muito também. Quanto mais atividade sexual e de melhor qualidade (claro!) mais fácil será de rompe-lo.

Dor na penetração

Dor na penetração e consequente Disfunção Sexual

Muitas mulheres também acabam desenvolvendo o vaginismo pelas tentativas de penetração sem sucesso. E aí sim vão precisar de um tratamento multidisciplinar com a ginecologista, fisioterapeuta pélvica e psicólogo.

Não é legal manter a relação sexual se você estiver desconfortável unicamente para romper o hímen complacente, associe sempre o prazer.

Fique tranquila, tente seguir nossas dicas e procure um profissional que possa te ajudar a lidar com isso.

Olá! Eu sou o Dr. Bot, um assistente virtual e estou aqui para ajudar a esclarecer suas principais dúvidas!

De maneira anônima, converse com nosso robô que já ajudou milhares de pessoas a melhorar o sexo.

Qual das opções quer saber mais?

Quem tem hímen complacente pode engravidar?

Não se esqueça! Quem tem hímen complacente pode engravidar também se não estiver utilizando nenhum método contraceptivo.

Use sempre um preservativo para evitar uma gravidez indesejada e infecções sexualmente transmissíveis.

Leia também: Posso engravidar estando menstruada?

Vantagens e desvantagens de ter um hímen complacente

Não existem exatamente vantagens ou desvantagens em se ter um hímen complacente, mas podemos pensar que tendo hímen complacente você poderá desenvolver habilidades como caprichar nas preliminares, aumentar a intimidade e comunicação com a pessoas com que você está se relacionado e conhecer melhor seu corpo!

Se você leu o artigo e continua com algumas dúvidas escreve para gente!

Avalie esse post

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas(6 avaliações, média: 4,00 de 5)
Loading...
Show Full Content
Cristiane Carboni
Cristiane Carboni

Fisioterapeuta pélvica. CREFITO 147366. Mestre em Reabilitação do Assolho Pélvico pela Universidade de Barcelona/Espanha, Mestre em Ciências da reabilitação pela Universidade de Ciências da Saúde de Porto Alegre, Doutoranda em Ginecologia e obstetrícia pela Universidade do Rio Grande do Sul, Membro do Comitê de Fisioterapia da Sociedade Internacional de Continência (ICS), Diretora da escola de fisioterapia da ICS, Secretária da Sociedade Brasileira de Estudos em Sexualidade Humana(SBRASH) para a gestão 2018/2019, coordenadora da pós graduação de fisioterapia pélvica da faculdade Inspirar de Porto Alegre, especialista em saúde da mulher pelo CREFITO e Especialista em sexualidade humana na área da educação pela SBRASH.

Comentários

Desejo Sexual

Disfunção Erétil

Dor na relação Sexual

Ejaculação Precoce

Libere Seu Poder

Orgasmo Feminino

Temas Gerais

Close

PRÓXIMO POST

Fechar

8 Fantasias eróticas para casais saírem da rotina

Close